Pesquisas desmentem Bolsonaro e mostra que menos de 1% dos LGBTs de SP votam nele

Jair Bolsonaro
O deputado Jair Bolsonaro (Foto: Divulgação)

Uma pesquisa realizada pelo movimento Vote LGBT desmentiu a declaração feita pelo deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), no qual afirmou que a maioria dos gays vota nele, durante entrevista ao programa da jornalista Mariana Godoi, na Rede TV!, exibido na última sexta-feira (27).

De acordo com o levantamento feito com o público presente na Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, apenas 0,9% dos entrevistados afirmaram ter o parlamentar como opção para as eleições de 2018. O político é pré-candidato à presidência. Já no desfile de Belo Horizonte, 1,2% dos LGBTs afirmaram ser apoiador dele na corrida ao cargo máximo da política nacional.

Leia Mais:


Rodrigo Faro sobre educação das filhas: “Rosa não é cor de menina e azul de menino”

Plataforma pernambucana que acolhe LGBTs expulsos de casa passa a funcionar em todo Brasil

O relatório revelou ainda que o ex-presidente Lula, pré-candidato do PT, aparece com 27,4% dos votos na capital paulista, e com 32% dos questionados em BH. Os dados foram coletados em junho e julho nos dois estados, respectivamente. O resultado condiz com outras pesquisas feitas por institutos como o Ibope e Datafolha.

No talk-show de Mariana Godoi, Bolsonaro fez a afirmação que tem o apoio dos gays para se tornar presidente, sem tomar como base nenhuma pesquisa. Vale lembrar que o parlamentar é a favor da cura gay, além de defender o fim do estado laico.


DEIXE UMA RESPOSTA