Estudo revelou que três xícaras de café pode reduzir pela metade o risco de morte por HIV e Hepatite C
Estudo revelou que três xícaras de café pode reduzir pela metade o risco de morte por HIV e Hepatite C (Foto: Reprodução/Instagam)

Uma pesquisa divulgada pelo Journal Of Hepathology revelou que pessoas portadoras de HIV e Hepatite C ao mesmo tempo tem menor teor de mortalidade, se unirem a sua dieta a ingestão de três xícaras de café por dia.

O estudo foi feito com 1.028 pessoas que apresentavam as duas doenças, e por isso, são mais propensos a terem doenças graves no fígado, problemas cardiovasculares, e câncer. O período para que chegassem ao resultado final foi de cinco anos, que perceberam maior longevidade e qualidade de vida entre aqueles que tomavam a bebida regularmente.

O levantamento constatou que o risco de morte foi reduzido pela metade para os pacientes e 80% aos pacientes que tiveram o HCV erradicado. O fato de não fumar, ter uma rotina de exercícios físicos, além de um parceiro estável são fatores que ajudaram para reduzir os riscos de complicações.


Leia Mais:

Ex-Fama posta foto nu nas rede sociais como forma de protesto: “Toda nudez será abençoada”

Acesso de pornografia pelo celular pode aumentar presença de vírus, alerta pesquisa

“Eu acho que precisamos monitorar melhor o consumo de café. Juntamente com outros comportamentos, como consumo de álcool, tabagismo, atividade física e propor intervenções aos nossos pacientes, que facilitam comportamentos saudáveis, mesmo após a depuração do HCV “, explicou Dr. Salmon Céron, responsável pela pesquisa.

Para aqueles que tem problemas e insonia com os altos indices de cafeína no corpo, a pesquisa também tem a solução. “Nós também sugerimos que aqueles pacientes que não podem tolerar uma ingestão elevada de cafeína devem considerar beber algumas xícaras de café descafeinado por dia”, ressalta.