Padre Fábio de Melo
Padre Fábio de Melo (Foto: Divulgação)

Um textão atribuído ao padre Fábio de Melo começou a circular nas redes sociais nesta quarta-feira (11). Na publicação, o religioso supostamente fazia duras críticas ao modelo de sociedade atual, e declarações polêmicas a respeito dos transgêneros, apoio à cura gay, homossexualidade e a Síndrome de Pânico da qual ele sofre.

 

Vivemos numa época onde querem que os padres se casem e que os casados se divorciem.Querem que os héteros tenham relacionamentos líquidos sem compromisso, mas que os gays se casem na Igreja. Que as mulheres tenham corpos masculinizados e se vistam como homens e assumam papéis masculinos”, começa o texto.


“Querem que os homens se tornem ‘frágeis’ e delicados e com trejeitos, como se fossem mulheres. Uma criança com apenas cinco ou seis anos de vida já tem o direito de decidir se será homem ou mulher pelo resto da vida, mas um menor de dezoito anos, não pode responder pelos seus crimes.”, acrescenta.

Leia Mais:

Modelos ruivos tiram a roupa em alerta para o câncer de testículos

Igreja evangélica acolhe gays que foram submetidos a terapias de cura

“Não há vagas para os doentes nos hospitais, mas há o incentivo e o patrocínio do SUS para quem quer fazer mudança de sexo. Há acompanhamento psicológico gratuito para quem deseja deixar a heterossexualidade e viver a homossexualidade, mas não existe nenhum apoio deste mesmo SUS para quem deseja sair da homossexualidade e viver a sua heterossexualidade e se o tentarem fazer, é crime.”

“Ser à favor da família e religião é ditadura, mas urinar em cima dos crucifixos é liberdade de expressão. Isso é doença mental, uma esquizofrenia social. Bem pior do que a síndrome que eu passei…”, finaliza o texto.

Porém, procurado pelo Jornal Extra, o sacerdote negou ser o autor do texto. “O autor deste texto não sou eu”, garantiu ele. A publicação na verdade teria sido extraída da página do Facebook “Padre Fábio de Melo Frases”, administrada por fãs do cantor, e não tem nenhum vínculo direto com o religioso e sua equipe.

Texto que critica transgêneros e apoia “cura gay” não foi escrito por Pe. Fábio de Melo (Foto: Reprodução/Facebook)

 


  • hanna sotnas

    Esse pseudo padre deveria ser expulso da Igreja. Isso é uma vergonha para os católicos de verdade. Um lixo do pos concílio.

  • jOSENALDO

    Pode até não ter sido o padre, mas se fosse ele estaria prestando um grande serviço à sociedade. Homens como ele devem sim se manifestar para abrir os olhos do povo. ” A LEI DE DEUS É PERFEITA. “

  • João

    A cura gay é um problema médico.
    Esses doentes merecem o direito de se curarem.
    Parabéns padre pelo apoio !

  • Titão pé de mesa de marmore

    Rindo demais com o comentário do João, esse não leu nem o título kkkk