Mulher trans é constrangida após usar banheiro feminino de hipermercado em Salvador

Mulher trans Kiara Damasceno
Mulher trans Kiara Damasceno (Foto: Reprodução/Acervo Pessoal)

A mulher trans Kiara Vellano Damasceno, de 27 anos, registrou um Boletim de Ocorrência na Polícia Civil contra um hipermercado em Salvador, após passar por um episódio de constrangimento por funcionários do local, por ela usar o banheiro feminino.

Kiara conta que, após fazer compras com seu marido decidiu ir ao banheiro, mas que na saída, ela foi abordada por um funcionário, que disse que ela não deveria usar o local, pois ela seria, na verdade um homem. Quando abordada pelo funcionário, ele disse: ‘Você acha certo isso? Você é homem, você é viado, deveria usar banheiro masculino’, relatou.

Leia Mais:


Kadu Moliterno revela medo de filho gay que mora nos EUA voltar ao Brasil: “Preconceito aumentou”

Seguranças do Fifth Harmony no Brasil comparam meninas a travestis

Além deste funcionário, outros dois colaboradores do estabelecimente se juntaram e não pararam com as ofensas ao chama-la de “viado”. Os clientes pararam para olhar o ocorrido e a apoiaram. O gerente foi solicitado, porém questionou Kiara sobre o uso do banheiro feminino. Indagando-a se existia alguma lei para que ela usasse o banheiro feminino, e se o nome ‘Kiara’ estava na documentação.

O Depoimento de Kiara foi prestado na 14ª Delegacia Territorial, no bairro da Barra. A titular da unidade, Carmen Dolores, afirmou que o caso irá ser investigado como injúria. O hipermercado foi notificado para que os funcionários envolvidos sejam identificados, para prestar depoimento. As imagens das câmeras de segurança foram solicitadas.


DEIXE UMA RESPOSTA