O lutador Fabricio Werdum (FOTO: Instagram)
O lutador Fabricio Werdum (FOTO: Instagram)

Fabricio Werdum, atleta brasileiro do UFC, pediu desculpas nas redes sociais após discutir com o lutador Tony Ferguson e chamá-lo de “maricón”. O termo em espanhol é uma palavra pejorativa para se referir aos gays.

“Não tenho nada contra homossexuais, nada contra gays. Acho que todos são iguais, e todos têm os mesmos direitos, independentemente de sua orientação sexual. Uma coisa não tem nada a ver com a outra. Apenas o chamei de todos os nomes que pensei na hora”, afirmou o brasileiro, que admitiu que perdeu a calma durante a discussão.

“Maricón é uma palavra comum na cultura espanhola e não quis ofender ninguém na comunidade LBG, e se o fiz estou arrependido” escreveu o brasileiro, que lutará em Las Vegas na disputa principal do UFC 216 no próximo sábado (dia 07) enfrentando o norte-americano Derrick Lewis.

Confira o vídeo com o bate-boca entre os dois atletas:


  • leonice alves de siqueira

    isso é humildade pois na hora do surto a pessoa nao raciocina o que sai da boca