Ibope aponta homofobia como um dos maiores preconceitos do brasileiro

LGBTfobia
LGBTfobia (Foto: Reprodução)

Uma pesquisa recente realizada pelo IBOPE, levantou informações bastante curiosas acerca da questão do preconceito no Brasil. Uma delas inclusive é a de que muitos brasileiros que são preconceituosos não têm noção deste fato. O estudo encomendado pela cerveja Skol contou com entrevistas a pessoas de todas as regiões do país.

A pesquisa concluiu que 72% dos entrevistados já fizeram algum comentário considerado preconceituoso ou ofensivo mesmo que 83% deles não se declarem preconceituosos.

Frases como “Mulher tem que se dar ao respeito”, “Pode ser gay, mas não precisa beijar em público”, “Não sou preconceituoso, até tenho um amigo negro”, “Ele (a) é bonito, mas é gordinho” foram algumas das mais citadas pelos entrevistados ao confessarem que já disseram frases assim ou que já ouviram considerações deste tipo.


VEJA TAMBÉM:

Frases tidas como machistas ou homofóbicas foram as mais citadas na pesquisa e nos números levantados pelo IBOPE, 45% dos brasileiros reconhecem o preconceito nas situações de machismo, LGBTIfobia, racismo ou gordofobia; mas não reagem diante desses fatos e continuam presenciando (ou até reproduzindo) essas discriminações.

Entre esses quatro tipos de preconceitos acima, o machismo liderou com 61% na pesquisa, seguida pelo racismo com 46%, preconceitos com LGBTs com 44% e a gordofobia com 30%.

Confira maiores detalhes da pesquisa abaixo:

  • Frases preconceituosas apontadas como as mais faladas

Mulher tem que se dar ao respeito – 49%

Mulher no volante, perigo constante – 28%

Não sou preconceituoso, até tenho um amigo negro – 26%

Pode ser gay, mas não precisa beijar em público – 25%

Ele(a) é bonito, mas é gordinho(a) – 25%

Toda negra ou mulata tem samba no pé – 24%

Isso é coisa de viado. É viadagem – 23%

Ela não é mulher para casar – 22%

  • Expressões preconceituosas apontadas como as mais ouvidas pelos entrevistados

Mulher tem que se dar ao respeito – 92%

Mulher no volante, perigo constante – 90%

Isso é coisa de viado. É viadagem – 88%

Toda negra ou mulata tem samba no pé – 87%

  • O preconceito mais praticado, mesmo sem ser notado, é o machismo

Machismo – 61%

Preconceito racial – 46%

LGBTQ – 44%

Gordofobia – 30%

  • Por região

A população do Sudeste foi a que mais se declarou preconceituosa – 21%

Norte/Centro-Oeste – 18%

Sul – 13%

Nordeste – 13%

O estudo foi realizado pelo IBOPE entre os dias 21 e 26 de setembro, com entrevistas pessoais e domiciliares. Foram ouvidas 2002 pessoas de todas as regiões do Brasil e você pode conferir a pesquisa completa aqui.


DEIXE UMA RESPOSTA