O ator Felipe Tito
O ator Felipe Tito (Foto: Reprodução/Instagram)

Pai do jovem Theo de 14 anos, o ator Felipe Tito revelou que odiaria que seu filho fosse gay, não pela sua orientação sexual, mas por toda a discriminação que ele estaria passível de sofrer no Brasil, por conta da sexualidade. A declaração foi dada em entrevista ao canal no YouTube de Caio Fisher, o Pega ou Não Pega.

“Infelizmente a mentalidade do brasileiro, da massa, é tão limitada, tão restrita, que dá medo”, afirmou. “Teria medo do meu filho ir pra rua e ser espancado… Se ele morasse em Los Angeles, eu falaria: filhão, fique à vontade, porque eu não tenho problema nenhum”, comparou.

Leia Mais:


Em A Fazenda, Nahim chama Pabllo Vittar de “traveco” e dá banho de desinformação

Atriz trans de Sense8 critica escolha de Carol Duarte para viver Ivan em A Força do Querer

Tito ainda respondeu se pegaria algumas celebridades, inclusive homens também, como o modelo Léo Picon, que afirmou ficar, caso fosse gay: “Muito, o moleque é sangue bom”, elogiou ele que fez o mesmo com o ator Caio Castro: “Caio é meu irmão, sou fã das coisas que ele faz”. A rasgação de seda continuou com o cantor Lucas Lucco: “Fiquei muito amigo no meio artístico”, revelou.