Após perder processo, Alexandre Frota critica decisão do juiz: “julgou com a bunda”

Alexandre Frota
Alexandre Frota [Foto: Reprodução]

O ator Alexandre Frota usou os seus perfis nas redes sociais para criticar a decisão da justiça que absolveu, em segunda instância, a ministra Eleonora Menicucci de pagar uma indenização de R$ 10 mil de indenização a ele. A ação faz referência a uma declaração da parlamentar que o acusou de fazer apologia ao estupro.

No vídeo que circula nas redes, o bad boy alegou que o julgamento foi feito através de razões políticas por um juiz “ativista e integrante do movimento gay”. Sempre polêmico, Frota ainda disparou. “O juiz não julgou com a cabeça, julgou com a bunda. Isso gera jurisprudência”. Ao fundo o advogado garante que irá recorrer da sentença no Supremo Tribunal Federal (STF).

Leia Mais:


Cartunista Laerte vence processo contra jornalista por comentários transfóbicos

Galãs mexicanos tiram a roupa em espetáculo de striptease

Eleonora fez o comentário em maio de 2016, quando o famoso fez uma visita ao ministro da Educação, Mendonça Filho. “não só assume ter estuprado, mas faz apologia ao estupro”, disse ela na ocasião.

A ministra se referia ao episódio que Frota relatou ter obrigado uma mãe de santo a fazer sexo com ele, no extinto Agora é Tarde, da Band. Aos risos, ele contou a Rafinha Bastos que a vítima teria apagado após ter a nuca pressionada com força. De acordo com ele, a história nunca aconteceu, e apenas faz parte de um trecho do seu show de stand up.


DEIXE UMA RESPOSTA