Peça infantil com romance lésbico causa polêmica em Jundiaí

Ilustração A Princesa e a Costureira
Ilustração A Princesa e a Costureira (Foto: Divulgação)

A peça teatral infantil A Princesa e a Costureira vem causando polêmica, por retratar um romance lésbico dentro de uma produção destinada para crianças. O espetáculo é uma adaptação do livro de mesmo nome da psicóloga e militante Janaína Leslão, e conta a história de uma princesa que não se apaixona pelo príncipe, como tradicionalmente acontece nos contos de fadas, mas sim pela sua costureira.

A montagem será apresentada durante a programação LGBT que acontece até o próximo dia 24 em Jundiaí, nos parques da cidade. Segundo os produtores do texto, o enredo faz uma releitura das histórias infantis para questionar os motivos pelos quais princesas devem se apaixonar por príncipes e meninas devem casar com meninos.

Leia Mais:


Famosos comparecem a missa de sétimo dia de Rogéria

Notícia que Fátima Bernardes anuncia beijo gay infantil em novela é falsa

Ao tomarem conhecimento da peça, que será encenada com o apoio do governo federal, o Grupo Jundiaí pela Vida iniciou uma peticão online pedindo o cancelamento da sessão marcada para a próxima segunda-feira (18), na Sala Jundiaí do Complexo Fepasa,  e também de toda a programação da cidade.

“Preocupados com o bem estar das crianças e adolescentes, julgamos absolutamente prejudicial que a Prefeitura abra espaço para uma peça infantil que promove a sexualização precoce. Os contribuintes esperam que a prefeitura se concentre em resolver os problemas da cidade, e não em usar a estrutura pública para promover agendas ideológicas. Esperamos que a peça seja retirada.”, diz o texto que promove o abaixo assinado.


DEIXE UMA RESPOSTA