Pabllo Vittar fala sobre cura gay e show com Fergie: “Ficamos amigas”

Pabllo Vittar participou do show de Fergie no Rock in Rio
Pabllo Vittar participou do show de Fergie no Rock in Rio (Foto: Reprodução)

Após protestar junto a outros famosos sobre a liminar que autoriza psicólogos a tratarem pacientes com terapias de reversão sexual, a cura gay, a drag queen Pabllo Vittar voltou a comentar sobre o assunto, desta vez em entrevista para a coluna do jornalista Bruno Astuto da revista Época.

“Isso é um retrocesso inexplicável. Não me sinto doente, não somos doentes. Medidas como essa causam danos imensuráveis e violentos”, afirmou ela, que integrou o movimento que conta com celebridades como: Paulo Gustavo, Ivete Sangalo, Tatá Werneck, Bruna Marquezine, Marília Mendonça, Gretchen, entre outros.

A cantora ainda comentou sobre a participação no show da norte-americana Fergie, no Rock in Rio, no último sábado (16). “Ela e sua equipe me trataram tão bem que parecíamos amigas de tempos. Falo pouquíssimo inglês, quase nada. Comecei um curso intensivo agora. Mas consegui me comunicar bem com ela”, contou.


Leia Mais:

Liam Hemsorth sobre casamento gay na Austrália:”Não deveria ir à voto”

Marília Mendonça rebate seguidor que defendeu “cura gay”

Cada vez alçando voos maiores, Pabllo Vittar chamou a atenção do ator Fábio Assunção, que em seus perfis nas redes sociais prestou uma homenagem à ela. “Não a conhecia. Não sabia dos seus hits e nunca tinha acessado sua rede social. Te vi no palco e você se materializou com propriedade. Chutou a bagaça toda e oficializou a liberdade de ser e estar. Venho aqui te aplaudir”, publicou ele.

“São declarações como essa que me dão energia para seguir em frente com mais dedicação ainda. É ótimo ver que a minha mensagem está ajudando mais e mais pessoas”, respondeu Pabllo emocionada com as palavras de Assunção.

 


DEIXE UMA RESPOSTA