LGBTfobia
LGBTfobia (Foto: Reprodução)

País que mais mata LGBTs no mundo, o Brasil bateu todos os recordes de assassinatos entre Gays, Lésbicas, Bissexuais e Transgêneros em 2017. Dados divulgados pelo Grupo Gay da Bahia (GGB), apontam um crescente e alarmante aumento entre crimes motivados por LGBTfobia.

De acordo com o levantamento, até o último dia 20 cerca de 277 homicídios foram registrados no país. Maior média contabilizada desde que a entidade baiana começou a divulgar informações desta natureza.

Leia Mais:


Após polêmica, obras da mostra Queermuseu são expostas em Nova Iorque

Grupo é preso no Egito após exibir bandeira LGBT

Outro dado preocupante é que com os novos números, passamos também da marca da morte de um LGBT por dia. Até então, a proporção era de um assassinato vítima de homofobia a cada 25 horas.

O relatório do GGB, porém é uma amostragem subnotificada, já que nem todos os crimes são registrados, e mesmo os que são, não se aponta como ódio a orientação sexual e identidade de gênero, ou seja, estes números são bem maiores do que os revelados.