Mara Maravilha
Mara Maravilha (Foto: Reprodução/SBT)

Após causar polêmica recentemente ao criticar a abordagem da transgeneridade na novela A Força do Querer, durante o programa Fofocalizando, a apresentadora Mara Maravilha se uniu a Mama Bruschetta, colega na atração do SBT, em uma campanha para protestar contra a decisão da Justiça Federal, que autoriza psicólogos a tratarem pacientes com terapias de reversão sexual, a popular “cura gay”.

Em seus perfis nas redes sociais, Mara publicou uma foto na qual aparece dando selinho em Mama acompanhada da seguinte frase. “Eu sou a Mara Maravilha e o remédio pra cura gay é o amor, né, Mamma? Amo vocês, meus amores”, escreveu ela.

Leia Mais:


Carol Duarte protesta contra decisão que autoriza “cura gay”

Gretchen convoca brasileiros para manifestação contra decisão da “cura gay”

Devido ao histórico da baiana, que já chegou a chamar homossexuais de aberração no passado, os seguidores da famosa se dividiram em opiniões a respeito do post da famosa. “Não há cura, pois não há doença”, “Amor é, sem dúvida, tudo na vida ! Mas, não se cura o que não é doença”, “eita oportunismo hein? MELHORE”, “Hipócrita”, “Quanta hipocrisia !!!!!. Quis consertar a polêmica passada pra ficar bem e piorou tudo . Pra mim , não passa nenhuma credibilidade.”, foram algumas das reações ao post.