Luís Miranda dispara sobre “cura gay”: “Não me assusta”

o ator Luis Miranda
o ator Luis Miranda (Foto: Divulgação)

O ator Luís Miranda fez parte do seleto time de famosos que passaram pelo último final de semana do Rock in Rio. Em entrevista à revista Quem, ele mostrou seu posicionamento político, criticando temas que estão em pauta, como a ‘cura gay” – tema que passou a movimentar a opinião pública, após a decisão judicial que autoriza a prática por meio de terapias psicológicas.

“Público que mais deu dinheiro pro Rock in Rio deve ter sido o público gay. A ‘cura gay’ não me assusta, porque é mais fácil tirar um eleito e botar um corrupto para promover uma elitização de desmantelamento de bens sociais”, afirmou o humorista.

Leia Mais:


Você já imaginou a Aracy da Top Therm vendendo produto para a cura gay?

Mulher encontra o Grindr instalado no celular do namorado alcoólatra e a desculpa dele é incrível

Miranda também aproveitou para cutucar a atual configuração política no Brasil e no mundo. “Depois que os EUA elegeram o [presidente Donald] Trump, o Rio o [prefeito Marcelo] Crivella e São Paulo o [prefeito João] Doria, a gente percebeu que há uma desestrutura social de pensamento, um equívoco sistemático de pessoas que acham que o radicalismo de Irã e outros lugares é uma forma de avançar e destruir a modernidade”, criticou.

O ator também alfinetou  a organização do festival, que de acordo com ele, boicotou artistas como a drag queen Pabllo Vittar. “Pabllo Vittar, que prestigiam lá fora e aqui boicotam, por exemplo. Houve artistas boicotados no Rock in Rio”, disparou. “Essa ideia de artista burro não me agrada, não interessa, de gente que tem milhões de seguidores e não consegue falar da paz no mundo”, completou.


DEIXE UMA RESPOSTA