Igreja inaugura templo para o ícone da liberação gay Oscar Wilde

Oscar Wilde
Oscar Wilde (Foto: Reprodução)

O sótão de uma igreja em Nova York se tornou em um verdadeiro templo em homenagem ao escritor irlandês Oscar Wilde, considerado um dos percursores dos direitos homossexuais. O local foi aberto ao público nesta semana, mais precisamente na última terça-feira (12).

O espaço foi concebido pelos artistas norte-americanos David McDermott e Peter McGough, que trabalharam no projeto por 20 anos e está disponível para visitas durante os dias da semana. O local também irá celebrar cerimônias como casamentos.

Apesar de estar instalado em uma capela, os organizadores ressaltam que o templo não tem nenhuma ligação com doutrinas religiosas, e sim “homenageia uma figura histórica que foi pioneira na longa luta por direitos igualitários para gays, lésbicas, bissexuais e pessoas transgênero”, afirma MCDermott.


Leia Mais:

Oi? Igreja promete “cura gay” com tratamento de jejum por três dias

“Corajoso”, afirma Gabriel Stauffer sobre abordagem da transsexualidade em A Força do Querer

Wilde foi condenado a dois anos de prisão em 1895, por cometer “atos imorais com outros rapazes” e é um dos nomes mais lembrados como um dos símbolos entre os direitos da comunidade LGBT. “Ele nos incentivou a todos a nos rebelarmos, [dizia] que era qualidade inerente do ser humano ser rebelde, sacudir a sociedade, ser individual”, afirmou o curador Alison Gingeras.

O pastor da igreja Jeff Wells se mostrou entusiasmado com a chegada do templo a instituição que ”se encaixa perfeitamente no ethos desta congregação, que chamamos de radicalmente inclusiva”.


DEIXE UMA RESPOSTA