Hospital Geral de Goiás lança ambulatório para atender população trans

Hospital Geral de Goiás
Hospital Geral de Goiás (Foto: Divulgação)

O Hospital Geral de Goiás (HGG) começou a oferecer desde esta terça-feira (12), o Serviço Especializado do Processo Transexualizador – Ambulatório TX, que oferece atendimento médico e multiprofissional a pessoas transgêneros.

No espaço, os pacientes poderão ser submetidos a cirurgias de redesignação sexual, popularmente chamada de “mudança de sexo”, mastectomia (retirada ou implante dos seios) e o tratamento hormonal, tudo através do Sistema Único de Saúde (SUS). O atendimento incluirá o acompanhamento clínico, pré e pós-operatório e hormonoterapia, além da parte hospitalar, procedimentos antes apenas feitos no hospital das Clínicas da cidade.

Na parte ambulatorial também serão oferecidas acompanhamentos de Psiquiatria, Psicologia, Assistência social, Endocrinologia, Clínico Geral, Enfermagem, e Hospitalar (cirúrgica), nas áreas de Ginecologia, Urologia, Cirurgia plástica, Endocrinologia, Enfermagem, Psiquiatria e Psicologia, Assistência Social e Fonoaudiologia.


A coordenadora do Centro-Oeste da Associação Nacional dos travestis e Transexuais do Brasil (Antra), Rafaela Feitosa Damasceno ressaltou a importância de um local como esse para a população trans. “Há uma necessidade muito grande de médicos para o atendimento à população trans no Estado de Goiás e até mesmo para desafogar as filas já existentes hoje. Acredito que, em breve, ela não existirá mais agora com a atuação do Hospital das Clínicas e do HGG nesse atendimento”, afirmou para o jornal Mais Goiás.

Leia Mais:

Festa em SP celebra os 25 anos do álbum Erotica, da Madonna

Boate no Recife oferece entrada gratuita para pessoas trans

A superintendente de Políticas de Atenção Integral à Saúde da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás, Evanilde Fernandes Costa Gomide também comemorou a iniciativa. “Hoje estamos dando esse acesso a uma parte da população, de homens e mulheres, que necessitam desse atendimento diferenciado. O Estado de Goiás e a Secretaria de Estado de Saúde estão realizando um compromisso com uma das diretrizes do princípio do SUS, que é o acesso gratuito e de qualidade a todos os serviços de saúde, por todas as populações que precisam de atendimento”, exclamou.

Os interessados em conseguir atendimento no ambulatório, devem se dirigir a uma unidade de saúde e pedir um encaminhamento. A partir de então, ele será encaminha ao Centro de Regulação.


DEIXE UMA RESPOSTA