Apresentador Gilberto Barros
Apresentador Gilberto Barros (Foto: Divulgação)

O apresentador de TV Gilberto Barros movimentou as redes sociais, após dar uma declaração polêmica em entrevista para o canal do YouTube “Não Salvo”. Ele afirmou que os brasileiros estão cada vez mais perdendo o patriotismo, por se importar com questões, segundo ele, menos importantes, como orientação sexual.

A opinião foi dada após Leão comentar que levou uma proposta aos governantes de que o hino nacional deveria ser transmitido todos os dias às 19h pelas emissoras de TV e rádio, projeto que, claro, não foi para frente. “Hoje em dia, com essa desculpa de liberdade, a minoria está vencendo a maioria brasileira, o que é uma hecatombe. A gente está achando que é natural ser veado ou sapato. O respeito a homossexualidade deve ser absoluta. Agora, não venham me dizer que tenho que pensar diferente, pois a liberdade que tenho é de pensamento e expressão.”, afirmou.

Leia Mais:


Juiz relaciona homossexualidade com deformidade no Senado e depois volta atrás

Instagram remove página de ativista LGBT após protesto contra “cura gay”

“Tenho grandes amigos homossexuais, mas eles sabem que não acho normal ser homossexual. Temos que perder a hipocrisia! A homofobia tem que ser combatida, mas tem que se prestar atenção no que, de fato, é isso. Homofobia não é o que estou dizendo aqui. Pelo contrário, estou defendendo os homossexuais aqui. Minhas amigas lésbicas sabem que as defenderei até debaixo da água! Mas não me obriguem a achar que é normal. Homem é homem. Mulher é mulher.”, completou.

A opinão gerou muitas críticas de internautas, que com razão, debateram a fala preconceituosa de Gilberto. “O que não é natural é a sua homofobia. Estude o assunto antes de falar merda.”, rebateu um usuário no Twitter. “Gilberto Barros não foi homofóbico, foi apenas preconceituosa. Faltou apenas le pedir a cura gay… Tá vendo o que esse juiz originou?”, disse outro se referindo a liminar que autoriza terapias de reversão sexual.


  • beto

    Não é e nunca será. Aberração. Pronto, falei..

  • Pedro

    Falou tudo. esse país está virado numa M. A imprensa quer ibope, dando voz pra uma minoria que só pra saber de foto em rede social. lamentável.

  • eduardo

    É, “VIADO”, redator burro. VEADO é o animal. E VIADO é corruptela de “desVIADO DE CONDUTA”, figura jurídica de um século atrás usada pelos delegados (voz passiva de DELEGAR, isto é, o JUIZ delegava uma pessoa para substitui-lo) nos “distritos”.

  • arsfilho

    Esse saite é uma merda. Se fala verdade, e essa merda que enfiar de guela a baixo sua opniao.vai forma opnião la no inferno seus hipócritas

  • JOSI SILVA

    CONCORDO PLENAMENTE COM ELE

  • Phantom II

    E quem liga mesmo?

  • Só mais um

    Eu estou com Gilberto barros, acho que ele foi bem claro e não foi homofobico, tenho que engolir, mas não sou obrigado a aceitar. respeitem quem tem opinião ou então isto é liberdade de expressão e pensamento.

  • Fabio

    Sempre ouvi em fofocas que esse tal Gilberto era viado.

  • ROBYSON

    AQUI NO MARANHÃO, É QUALIRA… SAPATÃO… CONCORDO COM GILBERTO BRAGA. PARECE QUE HÁ UMA ORDEM MUNDIAL ENCARAR ESSA VIADAGEM NATURAL!

  • Edmilson Nunes

    Concordo com ele, a situação está de um jeito que cria nas crianças uma dúvida quanto à sua sexualidade, o cara querer ser VIADO, BICHA, é problema dele, se ele quer dar o que é dele que dê, o problema é querer que TODOS MUNDO SEJA TAMBÉM. O cara quer ser que seja, mas aviso, se tentar corromper um neto ou um filho meu vai levar porrada. E não concordar não é homofobia é ter o direito de ter opinião própria

  • Gabriel

    Eduardo, acho que burro é você meu caro…é melhor se informar antes de ofender os outros…caso tenha preguiça, jogue no Google e achará textos como este http://miltonribeiro.sul21.com.br/tag/a-origem-da-palavra-veado-para-designar-homossexuais/ educação e respeito a opiniões não faz mal para ninguém.

  • Julia

    A opinão gerou muitas críticas de internautas, que com razão, debateram a fala preconceituosa de Gilberto. ( com razão ) aff….
    Razão teve ele, parabéns pela opinião Gilberto Barros.

  • LAERTE PIRES

    É, REALMENTE É UM CRETINO. NO MESMO NÍVEL DO COMENTÁRIO: SR. GILBERTO BARROS ESTAMOS ACHANDO QUE É NORMAL SER VIADO OU LÉSBICA NA MESMÍSSIMA PROPORÇÃO DO SEU TAMANHO QUE NÃO É NORMAL. UMA PESSOA NORMAL TERIA UMA CERTA ALTURA E UM DETERMINADO PESO. COISA QUE COM O SENHOR NÃO DEVE ESTAR “NORMAL”. ENTÃO SEU ANORMAL ENFIA O RABO NO MEIO DAS SUAS PERNAS E CALE-SE. É PREFIRÍVEL ANTES DE FICAR FALANDO MERDA. A SEXUALIDADE INDEPENDE DE NORMALIDADE. ALIÁS, O QUE É REALMENTE SER “NORMAL” DIANTE DE TANTAS ANORMALIDADES??????

  • João

    É engraçado, duvido, se fizer a pergunta para um pai, ou para uma mãe: se você pudesse decidir, gostaria que seu filho fosse homossexual? É completamente absurdo que um pai/mãe não deseje que seus filhos sejam hetero.

  • JORGE GOMES SILVA

    CARA FINALMENTE ALGUÉM FALOU O Q ACHA A MAIORIA DA POPULAÇÃO BRASILEIRA, ESTÁ CERTÍSSIMO EM SUA COLOCAÇÃO.

  • Também concordo. Ninguém tá dizendo em agressão a homossexuais e sim que não concordamos com o homossexualismo como uma coisa normal e que essa prática precisa ser aceitável e aceitada a qualquer custo pela sociedade. Homossexualismo é um ato de rebelião e rebeldia, se essas pessoas buscam apoio social, por que querem se sentir amparadas e com a consciência tranquilizada e alma lavada, não seria o caso então de buscar a cura gay. kkkkkkkkkk

  • Anonimo

    concordo plenamente com o Gilberto Barros. é necessário respeitar o cidadão, seja ele hétero ou homo mas temos o direito de discordar respeitosamente daqueles q dizem/acham q homossexualismo é natural/normal. em 1º lugar, o q é preconceito: é uma concepção previamente concebida sobre determinado assunto. segundo o dicionário, ideias que se formam antecipadamente baseadas em conceitos q temos acerca de tudo. todo mundo tem uma pré concepção. preconceito não é a mesma coisa q discriminação. homofóbico, segundo o mesmo dicionário: etimologicamente, a palavra “homofobia” significa medo, aversão ou fobia. discordar de alguém adepto desta prática não faz ninguém homofóbico. homofobia é aquilo q o estado islâmico fez, assassinando homossexuais. homofobia como o nome diz é medo, pavor, é quando, por exemplo, alguém ao ver um homossexual, o ataca física/verbalmente O indivíduo que pratica a homofobia é chamado de homofóbico. a imprensa e as pessoas de modo geral pregam liberdade de expressão, mas quando se faz uso dela p/ expor conceitos e concepções próprios, somos chamados de intolerantes e preconceituosos. é necessário rever estes conceitos. na vdd, estamos vivenciando uma verdadeira ditadura gay, onde ser hétero é quase um pecado ou crime.