Pastor Abílio Santana chora por causa de processo
Pastor Abílio Santana chora por causa de processo (Foto: Reprodução/Facebook)

Após ser notificado em processo por injúria e difamação, o pastor Abílio Santana publicou vídeos nas redes sociais falando da ação e chega a chorar comentando o caso, que foi movido após ele criticar o livro Graça sobre Graça, ao qual chama de “Bíblia Gay”.

Os autores do processo são os pastores Jefferson Raphael Caetano Lira e José Marvel Queiroz de Sousa que ministram na Igreja Comunidade Cristã IPEG – Igreja Reconciliadora em Brasília em parceria com a United Methodist Church. Eles entraram com uma ação na 5ª Vara Criminal do Estado da Bahia, e pede retratação do religioso que, segundo eles, afirmou trechos do livro que não são verdadeiros, como a retirada de versículos que condenaria a homossexualidade.

Em um dos registros postados, Santana se mostra muito preocupado com a situação, que o fez não dormir por três dias. Além de se mostrar decepcionado com as lideranças evangélicas por não darem apoio a ele no momento que enfrenta um processo por “defender a fé cristã.”


Apesar de receber mensagens de pastores conhecidos como Marco Feliciano, Napoleão Falcão e Marcos Pereira, Abílio diz que a defesa é pouca e chega a chamar os colegas de doutrinação de “covardes.”

Leia Mais:

RuPaul ganha Emmy como melhor apresentadora, pelo segundo ano

Grupos LGBT problematizam resposta de Léo Santana a seguidor preconceituoso

Ele ainda agradece o apoio dos fiéis e convoca os evangélicos baianos a irem até o Fórum da Lapinha, em Salvador, nesta terça-feira (12), quando acontece a primeira audiência. O evento servirá como “repúdio à Bíblia Gay”.

Em um trecho do vídeo ele chega a dizer que a Bíblia estava sendo “estuprada” pelos autores do livro, que é a versão da obra sagrada com comentários de Marvel, nos rodapés das páginas sobre a interpretação das passagens.

Ao portal Gospel Prime, Marvel alegou não ter sido notificado sobre a audiência, nesta terça-feira (12), e que o burburinho feito a partir dos vídeos publicados só reforça sua culpa. “De pronto, deixamos claro que a comoção que o Pastor Abílio Santana está fazendo, ao postar um vídeo chorando, pedindo apoio e a presença de todos os seus fiéis em frente ao fórum lapinha em Salvador mostra com clareza que ele “NÃO AGIU CORRETAMENTE” ao postar vídeos falando sobre a Bíblia Graça sobre Graça e quanto à minha pessoa, bem como à pessoa do meu esposo, de forma ofensiva e difamatória”.