Demi Lovato protesta em português contra decisão que autoriza “cura gay”

Demi Lovato
Demi Lovato (Foto: Reprodução)

A liminar da Justiça Federal que reverte uma resolução de 01/1999 do Conselho Federal de Psicologia (CFP), e autoriza profissionais da área a tratar a homossexualidade como doença, repercute também internacionalmente. Tanto que a cantora Demi Lovato usou o seu perfil no Instagram para protestar contra a decisão.

Em um post na rede social, a estrela teen publicou uma foto com uma mensagem em português. “o amor não é doença, é cura. Trate o seu preconceito”, diz a imagem, acompanhada pela seguinte legenda em inglês. “Pensando em você hoje no Brasil. Espero ver esta decisão errada seja corrigida em breve”, escreveu Lovato, na publicação que ganhou mais de 70 mil curtidas.

Leia Mais:


Pai de Fernanda Gentil fala da sexualidade da filha: “Não foi uma aceitação instantânea”

Mara Maravilha protesta contra cura gay e internautas reagem: “Hipócrita”

Demi integra a lista de famosos que se manifestaram contra a decisão assinada na última sexta-feira (15), pelo juiz Waldemar Cláudio de Carvalho. Ela que sempre sempre afirmou não se encaixar em rótulos, foi flagrada recentemente em clima de romance com a DJ Laura Abedini.

Em entrevista recente ao site PrideSource, a cantora, no entanto, desconversou sobre o possível caso lésbico. “Eu sinto que todo mundo está sempre procurando por uma frase forte e sempre querem que suas revistas ou programas de TV sejam os primeiros a revelarem qual é realmente a minha orientação sexual”, desabafou.

Demi Lovato protesta contra liminar que autoriza  cura gay no Brasil
Demi Lovato protesta contra liminar que autoriza cura gay no Brasil (Foto: Reprodução/Instagram)

DEIXE UMA RESPOSTA