Cancelamento de exposição LGBT repercute na imprensa internacional

Exposição Queermuseu
Exposição Queermuseu (Foto: Reprodução/Facebook)

O cancelamento da exposição Queermuseu – Cartografias da diferença na arte brasileira, em cartaz desde o dia 14 de agosto, não só repercutiu no Brasil como também internacionalmente. Vários sites no exterior comentaram o fechamento antes do tempo da mostra realizada pelo Santander Cultural, em Porto Alegre, que foi encerrada no último domingo (10), sendo que a data original era 8 de outubro.

O fechamento precoce aconteceu após grupos liderados pelo Movimento Brasil Livre (MBL) organizarem protestos contra a exposição, acusada de blasfêmia e incentivar práticas como a zoofilia e a pedofilia em suas obras.

O jornal britânico “The Guardian” classificou o episódio como uma “tempestade sobre liberdade artística e censura irrompeu no Brasil”, além de afirmar que o cancelamento foi fruto de uma “campanha da extrema direita.” Alegando ainda que o MBL é apoiado por cristãos evangélicos.


Já o norte-americano “The New York Times” destacou a nota publicada pelo Santander Cultural e o movimento de críticos que pedem para que os organizadores devolvam os R$ 800 mil ao governo, já que a exposição foi concretizada através de incentivos da Lei Rouanet.

Leia Mais:

Policiais gatos fazem sucesso após selfie em delegacia na Flórida

Rouge anuncia retorno em festa gay no Rio de Janeiro

O “The Washington Post” também ressaltou o pedido dos contrários a mostra, que exigem a devolução do incentivo e cita o protesto convocado por apoiadores, que acham o cancelamento uma afronta a liberdade de expressão.

Com curadoria de Gaudêncio Fidelis, a seleção contava com 270 obras em diferentes formatos para abordar a temática sexual, que mesclavam trabalhos abstratos e explícitos, assinados por 85 artistas, dentre eles: Adriana Varejão, Cândido Portinari, Ligia Clark, Yuri Firmesa e Leonilson.

No domingo, o espaço cultural divulgou uma nota comunicando o fechamento da exposição. “Ouvimos as manifestações e entendemos que algumas das obras da exposição ‘Queermuseu’ desrespeitavam símbolos, crenças e pessoas, o que não está em linha com a nossa visão de mundo”, dizia o texto.

 

 


25 COMENTÁRIOS

  1. Quando “misturam” as estações, é o que ocorre, geralmente. Misturar “alhos com bugalhos”, também dá nisso. A Sociedade ainda não aceita estas “misturas”. Se desrespeitarem, vão repetir o engano…para produtores de eventos refletirem….sem “forçar a barra”, funciona melhor no Brasil….a conferir…

  2. Isto é um boicote e não censura e, quem compactua com esta drogas então terá de concordar que todo gay é pedófilo, gosta de sexo com animais, mortos e negros, pois na foto o NEGRO esta submisso mediante dois gays. Não sou católica mas, escrever palavrões em hóstias, cadê o respeito????
    Posso até achar que os evangelicos gostaram da situação da hóstias, mas o resto, não concordariam!!!
    Foi boicote da SOCIEDADE e não de um grupo específico e o banco, se danou e, que devolva o dinheiro dos nossos impostos, pois ele não precisa disto.
    Isto é um absurdo, então façam para adultos, acima de 18 anos e não para crianças.
    Me deixa pasma que Negros não se manisfestaram.
    O próprio nome do Museu já diz tudo e, se autorizaram para crianças, são irresponsáveis e devem responder por isto, e fechei minha conta de mais de 20 anos.

    • Está equivocada NÓS EVANGÉLICOS REPUDIAMOS toda forma de blasfêmia contra o CRISTIANISMO basta lembrar que católicos e evangélicos SÃO CRISTÃOS, e como bem lembrado NÃO SE TRATA DE CENSURA mas sim de RESPEITO À FÉ E A FAMÍLIA, não somos hipócritas de negar a existência dessas libertinagem há séculos, MAS NÃO TOLERAMOS QUERER VIR ENFIAR DE GOELA ABAIXO UMA PODRIDÃO E BLASFÊMIA desta onde não se tem o minimo de decência e respeito com a FÉ CRISTÃ E PRINCIPALMENTE O ATAQUE GRATUITO AS CRIANÇAS desse país !!!

    • Olá Marice..concordo com o seu comentário.Isto foi uma afronta aos valores da família .Sou evangélica e pode ter certeza, ainda que não concorde com a forma como a igreja Católica utiliza os símbolos , quero te dizer no amor de Deus que quem ama a Cristo sobre todas as coisas não fica feliz em ver o que fizeram com as hóstias…eu me senti muito mal…pessoas sinceras servem a Deus de acordo com suas convicções em vários lugares…então minha irmã tenha certeza, não achei nada bonito ver os símbolos sagrados serem atacados dessa maneira.Respeito acima de tudo.Fé é algo sublime ..continue crendo em Deus e fazendo a sua parte.TMJ!!!!

  3. Parabéns ao Santander Cultural, por ouvir e respeitar a opinião da maioria em um caso onde o assunto é específico demais, relativo a apenas uma pequena parte da sociedade e que a não confirmação da exposição não causará nenhum tipo de malefício a quem quer que seja, e não se trata de censura e sim uma decisão de não confirmar a exposição por motivos que a empresa achou suficientes para tal, o cancelamento afeta apenas o ego dos poucos artistas que ali apresentariam suas obras e aos que fazem parte ou simpatizantes do LGBT. Pode-se fazer este tipo de apresentação em matérias na internet ou em canais fechados de TV.

  4. Tal “amostra” nem deveria ter sido aberta… Não classifico como lixo, pq lixo pode ser reciclado… o que tinha nessa exposição nem pra isso serve. O pior é ter sido patrocinado com dinheiro dos meus impostos… dinheiro que poderia ter sido destinado a saúde, escolas ou segurança, sendo gasto com essas porcarias…
    Já foi tarde… chorem pedófilos e bestializados….

  5. Sérpiko, você me deixou sem palavras. Disse tudo que precisava.
    Já viramos um país de ladrões, corruptos e não podemos deixar que seja agora o país dos
    homossexuais.
    Respeitar é uma coisa, agora fazer apologia ao homossexualismo, pedofilia, zoofilia e desrespeito a crenças religiosas não podemos aceitar.

    • Nivaldo, é uma minoria homossexual querendo impor como natural a sua visão de sexo a uma maioria hétero. Isso não existe, seria bom para um convívio sem enfrentamentos que todos tocassem suas vidinhas, fazendo aquilo na moita, com quem se gosta, sem se preocupar se o vizinho gosta ou não, concorda ou não, aceita ou não, como era antigamente.

  6. Mais uma vez, vemos o equívoco que “arte contemporânea” comete, ao fazer uma exposição, que ao contrário da arte, agride a moral, e as leias contra a pedofilia, e maus tratos aos animais. RIDÍCULO!

  7. Não sou Gay e não sou contra, cada um faz o que quer de sua vida. Por sou daquele que vai quem quer. Eu não sou obrigado a ir ao local que não me interessa. Então sou contra ao fechamento antecipado da exposição. Aliás sou nordestino e muitos acham que nós somos os atrasados.

    • nem deveria ter sido aberta… Não classifico como lixo, pq lixo pode ser reciclado… o que tinha nessa exposição nem pra isso serve. O pior é ter sido patrocinado com dinheiro dos meus impostos… dinheiro que poderia ter sido destinado a saúde, escolas ou segurança, sendo gasto com essas porcarias…
      Já foi tarde… chorem pedófilos e bestializados….

    • o problema não é só a exposição em si, é o conteúdo dela extremamente erótico sendo transmitido até para crianças, além de ter obras que fazem escárnio com a religião e outras retratando zoofilia e até crianças retratadas como gays, além do mais todo mundo tem o direito de boicotar uma exposição que é contrária aos seus valores e principalmente patrocinada por dinheiro público através da lei rouanet, e mesmo se fosse só dinheiro privado os clientes tem total direito de não querer relacionamento com um banco que patrocina uma exposição que não respeita as suas crenças.

  8. “criança viada” ??? Sério isso Santander???
    Vivemos no Brasil a ditadura da pederastia… liberdade de expressão e direitos para uma minoria é uma coisa mas a imposição dos gostos dessa minoria para a maioria é um absurdo que ao invés de ajudar na conscientização da luta LGBT, apenas coloca as pessoas contra. Por causa de meia dúzia de depravados toda uma classe passa a ser mal vista e mais discriminada…

  9. Acho que se estes jornais estão criticando poderiam levar a exposição aos seus países e mostrar a suas crianças. Não tem problema algum quando é no dos outros.

  10. Não tem nada de censura. Não deveriam nem ter aberto aquela exposição de material de mau gosto. Quem quiser ver coisas do tipo, deve ter bastante na Internet. Faça isso na privacidade do seu lar e não incomode os outros.

  11. INTERESSANTE; a maioria dos comentários é totalmente contra a essa exposição – fico feliz por isso.
    Quero destacar quê, a imprensa internacional se manifesta quando existe uma mobilização como essa,pois diz essa imprensa que isso é censura e desrespeito a expressão de liberdade. Mas acho que depende de que lado a pessoa está, eu sou do lado do respeito e do pudor, da família tradicional, sou do lado de que as crianças tem que ser tratadas como crianças, e não como um instrumento de indução ao erro pra termos no futuro uma geração sem princípios e valores, portanto, fiquemos atentos para nos manifestarmos sim, e evitarmos que nossas crianças sejam manipuladas por essa minoria frustrada, que até pra fazer esse tipo de coisa tem que ser com o dinheiro alheio. (ótimo comentário do Sérpiko)

  12. Pera lá! Uma exposição, mesmo sendo um espaço público, dá-se num ambiente fechado: vai ver quem quer! Assim fica estranho e trata-se de censura mesmo! Blasfêmia? Quer dizer que podemos fazer críticas a Maomé mas ao cristianismo não? Quanta hipocrisia! Viva a liberdade de expressão, sou contra toda forma de censura prévia!

  13. A exposição quis passar uma ideia de liberação com imagens de agressão sexual a animais, crianças, prostituição infantil, degeneração. Não existe nada de libertário na pornografia. Gastaram nosso dinheiro suado novamente, o dinheiro do contribuinte, para criar uma pseudo arte que exalta a degradação humana e sexual.

  14. Agora eu estou achando que o Brasil ainda tem jeito, lendo estes comentários vejo que a população brasileira está cansada desse tipo de exposição das ideias LGBT, e daqui pra frente vai ser assim, ou respeita a moral e os bons costumes ou não vai expor nada. Eles conquistaram muito espaço para difundir suas ideias pq nos mantivemos quietos durante muito tempo, e olha a que ponto chegaram. Respeito a todos, e justamente por isso não concordo o que fizeram ali, não sei o que tinha no restante da exposição, mas o que vi nos jornais já me bastou para concordar com a posição do Santander. Parabéns ao Santander Cultural, sempre é tempo de corrigir os erros e aparar as arestas.

  15. Gays fazendo gaysisses, e o pior com dinheiro público. Se fosse pra uma instituição de caridade não tem’ mas para expor esse lixo chamado de arte tem.

DEIXE UMA RESPOSTA