O ator Brandon Flynn (FOTO: Instagram)
O ator Brandon Flynn (FOTO: Instagram)

Nesta semana, um dos atores principais do fenômeno da Netflix, 13 Reasons Why, assumiu ser gay através de um texto em apoio ao casamento entre pessoas do mesmo sexo. O ator, em questão, é Brandon Flynn, intérprete do bad boy do seriado Justin Fowley

Em uma postagem no instagram, o ator explicou que viu uma faixa fazendo campanha contra o casamento gay na Austrália e reagiu:

Just saw the “vote no” message in the sky, looming over Sydney. Thank you for raising money and hiring on a plane to write your lack of support amongst the clouds. I hope your hate and lack of understanding fades, just like those words will. Too many of my friends have been kicked out of their homes, kept in the closet, beat up, killed, ridiculed by church and state, institutionalized… and you are scared that if we vote YES, you won’t be able to show your hate for Us. Fuck that. We’ve been scared shitless our whole lives thanks to all the stigmas that surround Us, stigmas that were set in place by the same kind of people who flew that plane over Sydney. We’ve fought, we’ve come out bravely even in our fear, and you wrote a message in the sky because you’re scared. Equality takes courage, it worries me that too many people in this world lack the balls to stand up for what is right. #fuckhate


Uma publicação compartilhada por Brandon Flynn (@flynnagin11) em

“Acabei de ver a mensagem ‘vote não’ no céu de Sidney. Obrigado a quem quer que seja por levantar dinheiro e contratar um avião para escrever sua falta de apoio nas nuvens. Espero que seu ódio e sua falta de entendimento passem. Muitos dos meus amigos foram jogados para fora de suas casas, mantidos no armário, agredidos, mortos, ridicularizados por igreja e estado, internados… e você está assustado que, se votarmos sim, você não vai poder mostrar o seu ódio por nós, F*da-se isso. Estivemos assustados nossa vida inteira graças aos estigmas que nos cercam, estigmas colocados pelas mesmas pessoas que voaram aquele avião em Sidney”, escreveu na mensagem.