Tuíte de Obama condenando neonazistas é o mais curtido da história

No tuíte, Barack Obama condenou as manifestações neonazistas que ocorreram esta semana nos Estados Unidos (FOTO: Instagram)
No tuíte, Barack Obama condenou as manifestações neonazistas que ocorreram esta semana nos Estados Unidos (FOTO: Instagram)

Nos últimos dias, o ex-presidente Barack Obama postou em sua conta no Twitter uma célebre frase de Nelson Mandela e tal mensagem explodiu em audiência, se tornando a mais curtida na história do microblog. O tuíte em questão se referia aos conflitos envolvendo um protesto de brancos supremacistas e neonazistas na cidade de Charlottesville que causou a morte de três pessoas nesta semana nos Estados Unidos. 


‘Ninguém nasce odiando alguém por causa da sua pele, da sua origem, ou de sua religião…’.

Entre os mortos nos conflitos, estava Heather Heyer, uma ativista de direitos civis que tinha 32 anos e que foi atropelada por um carro durante a manifestação contra os nazistas. Durante o protesto, protestantes norte-americanos de extrema-direita chegaram a gritar saudações nazistas e palavras de ordem contra judeus, negros, homossexuais e imigrantes.

Após a morte de Heather, um jovem branco de 20 anos foi preso e acusado de homicídio doloso. Sobre o atentado, o presidente Donald Trump defendeu que houve violência tanto dos manifestantes neonazistas quanto do grupo que vem se opondo as manifestações conservadoras nos Estados Unidos.

A declaração do atual presidente foi bastante criticada inclusive por lideranças do próprio partido Republicano como o ex-governador Arnold Schwarzenegger que defendeu que não existem dois lados para o preconceito.

LEIA TAMBÉM: Michelle Obama pode participar do retorno de Will & Grace


DEIXE UMA RESPOSTA