Sensação no Youtube, Nininha Problemática fala sobre assuntos espinhosos com bom humor

Nininha Problemática faz sucesso com vídeos em seu canal no YouTube
Nininha Problemática faz sucesso com vídeos em seu canal no YouTube (Foto: Reprodução/YouTube)

Nininha problemática vem ganhando bastante espaço na mídia por conta de seu personagem, sua exposição de ideias e seu canal no Youtube. Sendo uma das principais referências de drag no Brasil, a famosa problematizadora é enfática ao lembrar de referências para a criação da personagem. “Quero romper barreiras e poder levar pelo Brasil inteiro a arte drag de Salvador”.

Para quem ainda não conhece, Nininha já conseguiu chamar a atenção de bastante gente. Já trocou mensagens com  Pabllo Vittar e mais recentemente foi convidada a participar do novo videoclipe da cantora Preta Gil.

Rodrigo, o autor da personagem, cita suas próprias conterrâneas como fonte de inspiração. “Me inspiro em jovens menos favorecidos, que muitas vezes são motivos de piada ou propriamente de bullying. Quis transformar em um personagem mais leve, com características mais humoradas, sem esquecer dos dramas reais vividos diariamente por todas nós”, afirmou em entrevista ao blog Me Salte, do jornal Correio.


Leia Mais:

Pabllo Vittar inicia as gravações de novo clipe; confira bastidores de Corpo Sensual

Aplicativo dedicado à lésbicas, Femme, é lançado no Brasil

Falando sobre o cenário atual em que batalha pelo seu espaço, Rodrigo é enfático. “Eu sou apenas um homem gay, de origem da periferia que poderia ter sido facilmente apenas mais um na estatística social. Mas é através da arte que eu consigo lutar, nunca esquecendo quem eu sou, mas também tendo noção de onde quero chegar”.

O canal do Youtube de Nininha Problemática também foi o primeiro contato do ator com o universo drag. Mais do que nunca, vem sendo um grande aprendizado para ele. “Estou me entregando por completo. Antes de tudo isso, tinha um emprego de atendente e vendedor em Salvador. Hoje em dia, só quero ir aprimorando, cada vez mais. Foi através das entrevistas do Youtube que comecei a ter contato com o universo drag sem fazer a menor ideia de que eu era uma delas também”, finalizou.

 


DEIXE UMA RESPOSTA