Secretário de Saúde em Rondônia é acusado de mandar matar ex-amante por causa de nudes

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Eduardo Bezerra da Cruz, secretário municipal de Saúde de Espigão D’Oeste (RO), foi preso na última sexta-feira (04) acusado de encomendar o assassinato do ex-amante, um biólogo de 32 anos, morto na última quarta-feira (02), na região da Linha Bandarra.

O suposto mandante do crime afirmou que executou a vítima por pedido de Eduardo, que também foi responsável por atrair a vítima até o local, fazê-lo descer de seu veículo e levá-lo até o criminoso, que atirou nele repetidamente. O motivo teria sido que a vítima possuía fotos íntimas de Eduardo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia Mais:

Kristen Stewart relembra namoro com Robert Pattinson e fala de bissexualidade

Aaron Carter revela ser bissexual e conta que ficou com um colega de trabalho

Os nudes do secretário, que é casado, estariam sendo usadas como chantagem pelo biólogo para que elas não fossem divulgadas. Eduardo confessou ter tido um caso extraconjugal com o homem no ano passado, mas negou ser o autor por trás do crime.

Tanto o secretário quanto o executor tiveram prisões preventivas decretadas. Eduardo, que além de servidor público é policial militar reformado, ficará preso em Porto Velho, e o assassino segue em Espigão D’Oeste. A prefeitura da cidade divulgou uma nota afirmando que Edna Schultz, que era secretária adjunta, assumiu o cargo de Secretária de Saúde até que novas medidas sejam definidas, e manifestaram sua “solidariedade para com as famílias envolvidas”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio