“Saio na porrada”, afirma Popó sobre filho gay sofrer homofobia

Popó comentou voltou a falar sobre o filho gay em entrevista (Foto: Divulgação)

O ex-lutador de boxe, Acelino Popó Freitas surpreendeu ao revelar na última semana que seu filho de 17 anos é homossexual. Em entrevista ao site UOL Esporte, o atleta comentou mais sobre o caso. Apesar de aceitar a orientação do jovem, ele acredita que o herdeiro sofrerá com o preconceito.

“A sociedade discrimina muito. Tenho certeza que ele vai receber muita rejeição em alguns lugares, mas meu carinho por ele aumentou mais ainda”, afirmou o ex-pugilista que disse ainda ser capaz de sair na porrada para defender o garoto. “A gente vê o pessoal na rua batendo, maltratando as pessoas porque elas têm as suas opções. Espero que isso nunca aconteça com ele. E se acontecer, eu vou com a mesma ira pra cima, pra descontar na porrada”, disparou.

Ainda na entrevista, Popó recebeu uma ligação do filho, que chegou a relatar para a reportagem do UOL quando decidiu se assumir gay para o pai. “Eu tinha 15 anos. Ele ficou questionando, não conseguia acreditar. Estava na cara dele, todo mundo falava pra ele e ele não acreditava. Mas depois caiu a ficha”, contou o adolescente.


Leia Mais:

Cientistas russos desenvolvem vacina que promete curar homossexualidade

Casamento comunitário formaliza gratuitamente união de casais homoafetivos em São Paulo

Como o campeão mundial de Boxe já havia comentado, o jovem disse que seu namorado já conhece Popó e que o primeiro encontro entre sogro e genro, foi tranquilo. “Ele aceita o meu namorado. Meu namorado ficou com medo e não queria conhecer meu pai. O boxe é muito machista. Eu também tive um receio. Achei que eu ia apanhar, achei que meu namorado ia apanhar, mas meu pai deu só uma chave de braço nele, de brincadeira”, lembrou.

Por fim, o atleta elogiou a coragem do filho.“Eu acho ele mais macho que os outros cinco. Ele tem mais atitude. Tem que ser muito macho para aguentar outro homem com bafo na nuca dele. Eu mesmo não teria essa coragem toda”.

 

 


DEIXE UMA RESPOSTA