Rico Dalassam processa Pabllo Vittar por direitos de Todo Dia, e música some do mapa

Rixo Dalassam reivindica direitos na música Todo Dia, parceria com Pabllo Vittar
Rico Dalassam reivindica direitos na música Todo Dia, parceria com Pabllo Vittar (Foto: Reprodução)

Um dos hits do carnaval brasileiro deste ano, a música Todo Dia parceria de Pabllo Vittar com Rico Dalassam foi simplesmente varrida das plataformas de streaming de música e o clipe também não está mais disponível no Youtube. O motivo para a limpa é a reivindicação do rapper pelos seus direitos autorais que não estariam sendo repassados, como co-intérprete da faixa, de acordo com ele.

Acontece que Rico não só canta na música, mas também é a grande mente criadora de todo o resto, inclusive letra e melodia. Há pouco mais de dois meses, ele descobriu que não recebe as cifras referentes a ter colocado a voz na canção, apenas como autor, o que lhe tirou grande parte do lucro que veio com o sucesso de Todo Dia.

Com isso, seu advogado enviou uma notificação extrajudicial para Pabllo e para o DJ Gorky pedindo que o contrato original de outubro de 2016 fosse revisto. Gorky e Maffalda (nome artístico de Arthur Gomes), que também tem seus nomes nos créditos, alegam ser eles co-autores do hit. Sua defesa, então, sugeriu um novo acordo no qual Rico Dalasam ficasse com 50% dos direitos de autor e de intérprete, mas o rapper negou.


Veja também:

Música de Preta Gil com Pabllo Vittar tem data de lançamento divulgada

Netflix anuncia que Sense8 vai ganhar episódio final

Em nota divulgada à imprensa, a defesa de Pabllo informou que a participação do cantor como intérprete teria sido acordada uma participação em forma gratuita. “sua participação como artista convidado na gravação da música seria gratuita, ressalvados os seus direitos de execução pública como intérprete, que são aqueles pagos diretamente pelo ECAD e sociedades autorais.”, afirma o comunicado que ainda ressalva que o combinado foi especificado em contrato.

O texto também acusa Rico de pegar carona no sucesso da faixa, e de maneira oportunista ter reivindicado os direitos da música. “Depois da música e clipes lançados com enorme sucesso, atingindo quase 50 milhões de plays, Rico oportunamente resolveu tentar rever o que havia sido firmado em comum acordo. Lamentamos muito a situação e esperamos resolver em breve essa questão retornando com a música para todas as plataformas”, finalizou a nota.

Em contrapartida, Rico Dalassam, por meio de sua assessoria reafirmou que só notificou Pabllo judicialmente “devido ao fato dos produtores da canção quererem se apropriar dos direitos autorais da obra musical “Todo Dia“, que é exclusivamente de sua autoria.”, diz o comunicado. Dalassam alega não ter nada contra Pabllo e nega o título de oportunista, mas espera que os seus direitos sejam assegurados.


DEIXE UMA RESPOSTA