Relatório revela aumento de LGBTfobia em 27% na Alemanha

Bandeira do Orgulho LGBT na Alemanha
Bandeira do Orgulho LGBT na Alemanha (Foto: Adam Berry/Getty Images)

Um levantamento, divulgado pelo Ministério do Interior na Inglaterra, revelou um aumento de 27% nos casos de ataques LGBTfóbicos registrados nos primeiros seis meses deste ano, em relação ao ano passado. No total foram 130 ocorrências registradas contra 102 no mesmo período em 2016.

Dentre os delitos, estão lsões corporais, casos de abusos, incitação ao ódio, roubos e extorsões. A maioria dos relatos, mais precisamente 35 deles, foram praticados por motivação política, ligada à esxtrema-direita. Apesar do salto ser preocupante aos olhos dos ativistas,segue uma tendência, já registrada no em 2015.

Leia Mais:


Ícaro Silva posta nova foto ao lado de amigo e manda avisar: “Não estamos namorando”

Jovem recebe mensagem anônima sobre namorado soropositivo e dá lição nos preconceituosos

O deputado ecologista, Volker Beck, conhecido por lutar há décadas pelos direitos da comunidade LGBT, responsabilizou o governo pelos números, por não conseguir viabilizar um trabalho que consiga prevenir este tipo de violência. A Associação de Gays e Lésbicas pediu que o próximo governo, que será eleito em setembro, adote um programa nacional de prevenção contra a violência homofóbica.

Os dados da pesquisa aparecem de forma significativa pela Alemanha ter, enfim, legalizado o casamento homoafetivo em junho. A nova lei modifica o código cívil do país e abre caminho, além do casamento para a adoção de crianças por casais do mesmo sexo.


DEIXE UMA RESPOSTA