Polícia prende suspeitos de matar travesti Mary Montilla no Alagoas

Travesti Mary Montilla foi morta a facadas no último dia 02
Travesti Mary Montilla foi morta a facadas no último dia 02 (Foto: Acervo Pessoal)

A polícia prendeu dois suspeitos de matar a facadas a travesti Mary Montilla, de 26 anos, no último dia 02 no município de Palmeiras dos Índios, Agreste do Alagoas. Cícero Pereira dos Santos, conhecido como “carne crua”, e Leandro Batista de Souza foram apreendidos em uma ação conjunta entre a polícia de Alagoas e a de Pernambuco.

Os criminosos são acusados de perseguir a vítima depois dela sair de um bar, no bairro de São Cristovão, e atingi-la com golpes no pescoço no pescoço, que não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local do ataque.

Leia Mais:


Transfobia! Travesti tem 50% do corpo queimado no Rio

Autor Aguinaldo Silva sai em defesa do cantor Ney Matogrosso

De acordo com o delegado titular da 5ª Delegacia Regional de Palmeira dos Índios (5ª DRP), Alexandre Leite, policiais civis da cidade de Bom Conselho (PE) localizaram os supostos autores do crime, após denúncias anônimas de que eles teriam fugido para o município de Brejão (PE). Os homens irão responder por homicídio qualificado.

De acordo com o Grupo Gay de Alagoas (GGAL), Mary foi a 12ª vítima assassinada por crimes motivados por LGBTfobia no estado este ano. Sendo a quarta travesti, morta pelo mesmo motivo. O levantamento ainda mostra que a maioria das mortes ocorridas em 2017 foram no interior do estado.

 


DEIXE UMA RESPOSTA