Um site de pesquisas chamado Pew Research Center realizou um estudo nos Estados Unidos sobre religiões e a aceitação de cada uma à homossexualidade. A pesquisa contou com participantes de diversas religiões, e os resultados mostraram algumas diferenças gritantes entre elas.

A pergunta era se os participantes acreditavam que “a homossexualidade deveria ser aceita pela sociedade”. 52% dos muçulmanos estadunidenses responderam que sim. Esse é um aumento significativo; a mesma pesquisa feita em 2007 e 2011 indicava apenas 27% e 29%, respectivamente.

Leia Mais:


Amin Khader pede desculpas após “fazer a egípcia” com Pabllo Vittar

Kristen Stewart relembra namoro com Robert Pattinson e fala de bissexualidade

Esse resultado sugere que os muçulmanos ultrapassam bastante os evangélicos neste aspecto. No caso deles, o número de religiosos que acham que homossexualidade deva ser aceita na sociedade é de 34%, contra 29% em 2011 e 23% em 2006. Ou seja, em ambos os casos houve uma grande aumento.

Mesmo com essa evolução nos últimos anos, os islâmicos ainda estão longe de liderar o ranking de religiões mais tolerantes à homossexualidade. Quem ficou com a primeira posição na pesquisa foram os protestantes, com 76%. Em seguida, os católicos aparecem com 66%.