Paquistanesa quebra barreiras ao ser a primeira modelo trans do país

Kami Sad se tornou referência dentre os Direitos Humanos
Kami Sad se tornou referência dentre os Direitos Humanos Foto: Divulgação)

Kami Sid é uma modelo trans paquistanesa que passou a quebrar barreiras nos últimos tempos no seu país natal, ela entrou em evidência no último dia da independência do Paquistão ao subir em um telhado na capital Karachi, e astear a bandeira de sua nação.

“Pensando sobre dignidade e inclusão neste dia da independência. Eu espero que, sendo transgênera e parte de um grupo marginalizado, nós tenhamos nossa independência em breve, e que ninguém possa nos julgar baseando-se no nosso gênero ou sexualidade.”, escreveu na legenda do post feito no Facebook.

Leia Mais:


Puerto Vallarta é eleita a cidade mais gay friendly para turismo

Morador de rua gay desaparece após agressões homofóbicas em baile funk

Apesar do ato de coragem, Kami reconhece que ser ativista de direitos LGBTs no oriente médio é uma verdadeira prova de risco.”É muito difícil ser uma pessoa pública no Paquistão, para mim é como viver no perigo”, disse.

Considerada cada vez mais como uma das porta-vozes dos Direitos Humanos no Mundo, Kami já deu palestras na Dinamarca e em Londres, na Inglaterra sobre sua experiência de ser uma mulher transgênera em um país que não tem leis que a protejam, e sua identidade de gênero é visto como um crime.

 


DEIXE UMA RESPOSTA