Igreja Católica nega felicitações a casal gay por batizar filhos

Casal gay recebeu uma resposta padrão do Vaticano
Casal gay recebeu uma resposta padrão do Vaticano (Foto: Reprodução/Instagram)

A Igreja Católica, através da Agência de informações (ACI), negou que o Papa Francisco teria feito congratulações diretas ao casal gay Toni Reis e David Harrad por ter batizado os filhos Jéssica, de 14 anos, Felipe, de 11, e Alysson, de 17 em abril deste ano, na Catedral de Curitiba.

De acordo com Paloma Garcia Overejo, subdiretora de imprensa do Vaticano, a correspondência enviada a Reis se referia apenas a ele, além de se tratar de uma resposta padrão. “Em relação à carta assinada pelo Monsenhor Assessor da Secretaria de Estado, reitero que a afirmação do senhor Toni Reis de que se trata de uma resposta ao casal é falso. A carta estava dirigida apenas a ele (‘Prezado Senhor’)”, explicou ela ao site ACI Digital.

Leia Mais:


Site reúne artigos acadêmicos sobre temas LGBT para consulta

Universitário gay de Viçosa é espancado após ter casa invadida

Toni e David batizaram os três filhos adolescentes no último 23 de abril, após a recusa de quatro igrejas do Paraná. O sacramento aconteceu após eles procurarem pessoalmente o arcebispo de Curitiba, Dom José Antônio Peruzzo, que autorizou a cerimônia sob a ressalva que estaria consagrando os filhos e não os pais homossexuais.

Após o batismo, o casal enviou ao Papa Francisco uma carta em que comunicava o evento inédito de batismo de filhos de um casal homossexual dentro da Igreja Católica. Em resposta, a assessoria do Vaticano enviou outra correspondência ao casal, na qual, o Papa Francisco parabenizava o batismo e os reconhecia oficialmente como família, como contava o Monsenhor Paolo Borgia, que assina a carta. O caso correu as redes sociais e foi publicada nos principais portais de notícias.

 

 


1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA