Grupo em torno de 14 homens se juntam para agredir gays em Madrid
Grupo em torno de 14 homens se juntam para agredir gays em Madrid (Foto: Reprdução)

Policiais receberam repetidas denúncias de agressão homofóbica em um parque em Madrid, na Espanha. As queixas afirmam que um grupo grande, com algo em torno de 14 homens, organizadamente chegou a uma região do parque conhecida por ser uma zona de encontros sexuais, e agrediu os homossexuais presentes.

Segundo o jornal El País, as autoridades receberam queixas de duas vítimas, uma de 46 e a outra de 53 anos, que contaram que os agressores jorraram ofensas e novas ameaças, amedrontando todos os presentes. Os indivíduos tem em torno de 30 e 40 anos de idade.

Leia Mais:


Usuária homofóbica do Facebook ofende lésbica sem saber que ela era advogada

Lia Clark lança videoclipe para a faixa Boquetáxi; assista

As ofensas teriam sido dirigidas a “todos homens que estavam ali”, e incluíam palavras como “bichas”, “doentes” e “aidéticos”. Eles também ameaçaram “cortar o pescoço” de qualquer um que voltasse ao local, sem deixar em qualquer momento de também agredir com empurrões, murros e pontapés.

Uma testemunha afirmou que “numa das ocasiões um dos agressores deu um murro a um dos homossexuais e atirou-o ao chão”. As vítimas que chamaram a polícia também disseram que os atacantes fotografaram a matrícula de seus carros, mesmo diante das autoridades, e prometeram voltar a atacá-los.

DEIXE UMA RESPOSTA