Ex-padre que assumiu ser gay lança biografia com bastidores da Igreja Católica

Ex-padre assumiu ser gay em entrevista coletiva no Vaticano
Ex-padre assumiu ser gay em entrevista coletiva no Vaticano (Foto: Divulgação)

O ex-padre polonês Krzysztof Charamsa conta como decidiu sair do armário e todo o processo que resultou na sua destituição do cargo da igreja na autobiografia recém lançada: A Primeira Pedra – Eu, Padre Gay. No livro, o ex-sacerdote afirma como se libertou do que chama de “Ideologia opressiva da Igreja Católica”.

Na publicação ele conta como se tornou um problema para a Igreja após se declarar gay em uma entrevista coletiva no Vaticano em outubro de 2015. Após o episódio escreveu uma carta aberta ao Papa Francisco, evento que culminou na sua destituição das atividades da Igreja no mesmo dia.

Leia Mais:


Em paródia de Sua Cara, youtuber mostra mais do que devia e viraliza nas redes sociais

Jovem afirma ser vítima de transfobia por policiais militares no Rio

Charamsa ainda explica o processo para aceitar a própria sexualidade, critica a postura do clero que segundo ele tem em sua maioria de homossexuais, e comenta a imagem que o catolicismo tenta passar para o mundo que os gays são pessoas pervertidas e promiscuas. Ele ainda compartilha como aconteceu o seu encontro com o atual companheiro.

Formado em filosofia, teologia e bioética, na Polônia, Suíça e Itália, Krzysztof ocupava os cargos de oficial da Congregação para a Doutrina da Fé, secretário de comissão Teológica Internacional do Vaticano e era professor de Teologia da Universidade Pontifícia Gregoriana e a Universidade Pontifícia Regina Apostolorum.


DEIXE UMA RESPOSTA