Estudo revela que homossexualidade tem causa genética

Os irmãos gêmeos Aaron e Austin Rhodes que viralizaram em 2015 na internet ao assumirem a homossexualidade para o pai (FOTO: Youtube)
Os irmãos gêmeos Aaron e Austin Rhodes que viralizaram em 2015 na internet ao assumirem a homossexualidade para o pai (FOTO: Youtube)

Quando o assunto é homossexualidade, uma das principais discussões que sempre rolam é se a atração por parceiros do mesmo sexo é inata ou cultural.

Só que um estudo recente da universidade da Califórnia revelou que todos os seres humanos teriam um gene gay em seu organismo. Isso mesmo! A causa da homossexualidade seria biológica e todo mundo, incluindo os heterossexuais, teriam códigos de DNA relacionados a atração por indivíduos do mesmo sexo.

No estudo divulgado pelo site Hypescience, os pesquisadores analisaram irmãos gêmeos homossexuais e heterossexuais e observaram que padrões específicos de metilação (modificação do DNA geralmente ligada ao silenciamento de genes e que não altera a sequência genética) estavam relacionados à orientação sexual. Com estes dados, os pesquisadores criaram um modelo que poderia prever com 70% de chance de acerto se um homem seria homo ou heterossexual.


Este tipo de pesquisa pode ser cruel para pessoas de países conservadores onde a homossexualidade é proibida e punida com pena de morte. Caso seja possível prever ou declarar que uma pessoa é homossexual, estas pessoas podem sofrer violência e repreensão.


DEIXE UMA RESPOSTA