Empresa americana lança adesivo que impede ejaculação

Adesivo promete fazer consumidor
Adesivo promete fazer consumidor "ejacular pra dentro" (Foto: Reprodução/Internet)

Uma empresa com sede em Las Vegas, nos Estados Unidos, lançou um produto curioso e polêmico. Jiftip é um adesivo projetado especificamente para impedir a ejaculação; ou, mais precisamente, para impedir que ela seja externalizada. É realmente o que parece: uma adesivo na ponta do pênis.

A campanha de promoção do produto é uma venda do “sexo real”, um desprezo por camisinhas não muito sutil. O Jiftip foi desenvolvido ao longo de quatro anos, e consiste de uma proteção hipoalergênica com duas camadas. A superior é uma película de poliuretano, e a inferior adesiva é usada em ligaduras especiais de pele, só que com máxima aderência.

Leia Mais:


Supremo Tribunal de Israel se mostra a favor de barriga de aluguel para casais gays

Pabllo Vittar é um dos nomes mais procurados em busca de site pornô

Qualquer pessoa pode se incluir no time beta, adquirindo o produto no site oficial por US$6 (R$18). Entretanto, como não há qualquer tipo de permissão para que o Jiftip seja usado como proteção contra DSTs ou gravidez indesejada, a empresa reafirma repetidamente que esse não é seu propósito, mas apenas para o prazer ou entretenimento dos clientes.

Eles também defendem que técnicas chinesas milenares já incluíam a “ejaculação para dentro”, e que há espaço e é seguro que os fluídos fiquem dentro do pênis até o momento de retirar o adesivo. Entretanto, eles também lembram que pode não ser seguro para todas as pessoas, e que os betas devem assumir os riscos. Especialistas contam que a inovação pode ser dolorosa, e ainda causar lesões internas no pênis.


DEIXE UMA RESPOSTA