Aos gritos de “homofóbico”, Bolsonaro leva ovada durante caminhada em São Paulo

Manifestante atingiu o deputado federal Jair Bolsonaro com um ovo
Manifestante atingiu o deputado federal Jair Bolsonaro com um ovo (Foto: Reprodução)

Membro da bancada evangélica da Câmara dos Deputados e conhecido por se mostrar contra aos direitos LGBTs, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) foi alvo de um protesto e levou uma ovada, durante uma caminhada na tarde desta quinta-feira (17).

Um vídeo publicado pelo filho do político, o também deputado Eduardo Bolsonaro (PSC-SP), mostra o momento exato que uma jovem, identificada como militante do PSC do B e ativista do movimento LGBT, se aproximou e quebrou um ovo no tronco do parlamentar sobre os gritos de: “homofóbico”.

Leia Mais:


Karol Conka, Valesca Popozuda e Lorena Simpson se apresentam na Parada LGBT de Salvador

Luis Lobianco recusa papel em novela da Globo para viver gay no cinema

Logo, a manifestante foi contida por assessores  apoiadores de Bolsonaro, e levada para a delegacia, onde prestou depoimento. Na saída, o parlamentar falou com a imprensa. “Isso não é manifestação. É intolerância. Me acusam do que eles são o tempo todo.”, declarou.

O político ainda desmentiu um suposto boato de que teria agredido a manifestante primeiro. “Ela acabaria invertendo. Eu fiquei sabendo que ela tinha falado que eu a agredi. Eu não a conhecia, não vi. Temos imagem de tudo, e deixamos na delegacia.”

Vale lembrar que recentemente, Bolsonaro entrou com um processo contra o padre Júlio Lancelotti por danos morais com uma indenização de R$50 mil, após o religioso alegar em uma missa, que o parlamentar seria “racista, machista e homofóbico”. Em sua defesa, o sacerdote afirmou apenas reproduzir frases que o próprio deputado utilizou.


DEIXE UMA RESPOSTA