Um ano depois, policial gay se arrepende de pedir namorado em casamento na parada de Londres

Phill Adlem pediu namorado em casameto em meio a multidão
Phill Adlem pediu namorado em casameto em meio a multidão (Foto: Reprodução)

A Parada do Orgulho LGBT de Londres do ano passado foi marcada por um evento que comoveu os presentes, e correu o mundo através da internet. O policial Phil Adlem, pediu em casamento o seu namorado na frente de milhares de pessoas, porém, um ano das imagens se tornarem viral, ele afirma ter se arrependido de ter realizado o ato.

Para o jornal The Guardian, Phill afirmou que não esperava a repercussão negativa, após o vídeo ser divulgado nas redes sociais, o que rendeu muitos comentários homofóbicos, fazendo com que ele se arrependesse de ter feito a proposta em frente a multidão.

O policial declarou ter recebido mensagens como que “ambos deveriam ser enforcados até a morte” ou “não culpe o ISIS (estado islâmico) se os atingirem”, foram algumas das ofensas que ele afirma ter recebido. “O meu sorriso não durou muito, à medida que ia lendo os comentários”, lamentou.


Leia Mais:

Show de Pabllo Vittar têm casos de agressão e LGBTfobia no RJ

Ivete Sangalo será maior atração de festival gay na Bahia em 2018

Adlam ainda narrou que recebeu ataques de pessoas próximas do seu convívio cotidiano. “A reação de um dos meus colegas de trabalho e outra de um velho amigo da faculdade foram suficientes para eu desejar nunca ter feito isto”, declarou.

Phill ainda completou que atos como o que ele sofreu so reforça a ideia de que eventos como a Parada do Orgulho LGBT ainda são necesárias. Embora se sinta “sortudo” por viver em um país onde é possível exercer a profissão de policial e ser assumidamente gay.

Relembre o momento:

 


DEIXE UMA RESPOSTA