Teste rápido de HIV começa a ser vendido no Rio de Janeiro

O Action promete diagnóstico do vírus HIV entre 15 e 20 minutos
O Action promete diagnóstico do vírus HIV entre 15 e 20 minutos (Foto: Divulgação)

O Action, primeiro teste rápido de detecção do vírus HIV começou a ser comercializado nas principais redes de farmácias do Rio de Janeiro, desde a última segunda-feira (03),e deve chegar em outros estados como São Paulo e Espírito Santo a partir da próxima semana.

Aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em maio, o produto custa entre R$60 e R$70 e vem com uma lacenta para furar o dedo, um líquido reagente, um sachê de álcool e um capilar (um tubo fininho para coletar o sangue). Na prática, o exame consiste em coletar algumas gotas de sangue, juntá-las com o líquido reagente e então detectar a presença de anticorpos contra o HIV.

Leia Mais:


Pessoas contaminadas com HIV tem expectativa de vida de 78 anos, diz pesquisa

Polícia do Vaticano flagra orgia gay em apartamento do secretário do Papa

O resultado do exame sai entre 15 e 20 minutos e, segundo o Anvisa, a efetividade do mesmo é de 99,9%. O exame só funciona, porém, após um período de 30 dias do contato com o vírus; ou seja, é recomendável que ele seja feito um mês depois de uma situação de risco, como sexo desprotegido ou compartilhamento de agulhas.

Caso o resultado for positivo, recomenda-se que a pessoa realize um teste de laboratório para confirmar. Se negativo, o teste deve ser feito novamente em 30 dias, e então mais uma vez depois de mais 30 dias, até ter completado 120 dias da exposição ao vírus. A previsão é que o Action possa ser comprado em todo o território nacional até o final de julho.


DEIXE UMA RESPOSTA