Reino Unido proíbe propagandas que reforçam esteriótipos de gênero

Estão proibidas no Reino Unido, as propagandas que separam atividades entre gêneros
Estão proibidas no Reino Unido, as propagandas que separam atividades entre gêneros (Foto: Divulgação)

O Advertising Standars Authority’s (ASA), órgão que regulamenta a publicidade no Reino Unido, proibiu todo tipo de propaganda que reforça esteriótipos de gênero. Na mesma legislação, também tratou de objetificação da mulher e glorificação de magreza extrema.

A medida foi aprovada sob o argumento de que tais esteriótipos de gênero são prejudiciais para toda a sociedade, colaborando com a discriminação. Além disso, eles também reforçam padrões sociais que não tem a ver com quaisquer características biológicas, e atrapalham na busca pela igualdade de gêneros.

Leia Mais:


MPF considera curso para pessoas trans legal, após denúncia de preconceito por hétero cis

Foto de garoto trans chorando por causa de lei anti-LGBT viraliza na internet

Essas propagandas proibidas incluem situações em que mulheres são retratadas realizando tarefas domésticas e/ou nos cuidados dos filhos sem ajuda, ou de pessoas em geral em atividades separadas por gêneros. Nas infantis, também não é permitido mostrar crianças afirmando que podem ou não fazer determinada atividade por não ser “de menino” ou “de menina”.

A decisão é considerada um avanço na luta pela igualdade de gênero no Reino Unido. No mesmo texto, também foram proibidas propagandas que objetifiquem o corpo feminino (comum em comerciais de cerveja, por exemplo) e que reforcem padrões de beleza demasiadamente magros.


DEIXE UMA RESPOSTA