Presidente da Câmara, Rodrigo Maia, afirma ser contra casamento gay: “afronta a igreja”

Rodrigo Maia considera que o casamento gay é um confronto com a Igreja
Rodrigo Maia considera que o casamento gay é um confronto com a Igreja (Foto: Divulgação)

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM/RJ) afirmou ser contra o casamento gay por ser uma “afronta a igreja” durante entrevista para o programa Roberto D’Ávila, da Globo News, exibida no último dia 17. Ele também se mostrou ser contra a descriminalização do aborto.

Apesar de dizer que “tem uma relação boa com todos os segmentos da sociedade”, ao ser questionado sobre o casamento gay, Maia se posicionou contra. “A união civil já está aí consagrada e precisar ser reafirmada. A palavra casamento é uma liturgia da igreja. Não precisa desse confronto. Ninguém precisa desse confronto para ter sua união garantida. Essa disputa é que eu acho que não é necessária”, completou.

Leia Mais:


PL visa garantir sistema de cotas para pessoas trans em Osasco

[+18] Vídeo de Luciano Huck excitado faz a festa nas redes socias

Em outro ponto da entrevista, o parlamentar declarou ser contra o direito ao aborto, exceto em casos previstos em lei. Ele também demonstrou ser a favor de uma reforma política que incluiria o sistema de votos distrital misto. Um dos seus argumentos foi a maior participação de mulheres na política, algo frequentemente cobrado no país. D’Ávila, então, comentou sobre a maior participação também de transgêneros, ao que Maia respondeu com um rápido “é verdade”. O jornalista ainda afirmou que Maia é conservador para muitas questões.

Rodrigo Maia é o primeiro na linha de sucessão caso o atual presidente Michel Temer seja afastado do poder após as investigações de corrupção passiva. A denúncia será analisada e votada pelos parlamentares no dia 2 de agosto. Quando concorreu à prefeitura do Rio de Janeiro, Maia só obteve 3% dos votos.


DEIXE UMA RESPOSTA