Guarda municipal de Várzea Grande passa por capacitação para atender LGBTs

80 guardas municipais passaram pela capacitação para melhor atender LGBTs
80 guardas municipais passaram pela capacitação para melhor atender LGBTs (Foto: Divulgação)

O Grupo Estadual de Combate aos Crimes de Homofobia (GECCH) ofereceu a capacitação de 80 guardas municipais da cidade de Várzea Grande, no Mato Grosso, para um melhor atendimento de ocorrências que envolvam a comunidade LGBT. O projeto faz parte de um plano de ação que pretende humanizar e melhorar o atendimento à esta parcela da população em todo o estado.

O grupo, que faz parte da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), comunicou que a capacitação foi feita após a análise de índices criminais envolvendo a população LGBT. “As temáticas abordadas orientam principalmente sobre a situação de vulnerabilidade da população LGBT, por isso, a proposta visa capacitar as forças que atuam diretamente com o cidadão”, afirmou o major Ricardo Bueno, secretário do GECCH.

O Grupo Estadual de Combate aos Crimes de Homofobia (GECCH) ofereceu a capacitação de 80 guardas municipais da cidade de Várzea Grande, no Mato Grosso, para um melhor atendimento de ocorrências que envolvam lésbicas, gays, bissexuais, transsexuais, travestis e transgêneros.


Leia Mais:

Rodrigo Hilbert diz que todo homem deveria se vestir como drag queen

Jovem acusa policial de agressão por ser gay

O grupo, que faz parte da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), comunicou que a capacitação foi feita após a análise de índices criminais envolvendo a população LGBT. “As temáticas abordadas orientam principalmente sobre a situação de vulnerabilidade da população LGBT, por isso, a proposta visa capacitar as forças que atuam diretamente com o cidadão”, afirmou o major Ricardo Bueno, secretário do GECCH.

“Com essas instruções, estendemos o alcance de ‘um novo olhar’ para a Segurança Pública do Estado. Os profissionais capacitados se tornam propagadores destas informações e podem estender o conhecimento nas unidades do interior”, completou o major. Além dos guardas municipais esta semana, no mês passado também foram capacitados 100 servidores do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp).

Para capacitar os guardas municipais, foram feitos três encontros entre junho e julho. Bueno adiantou ainda que o próximo passo é capacitar a PM. “Já estamos caminhando com as discussões e pretendemos dar o próximo passo e capacitar o efetivo da Polícia Militar”.

 


DEIXE UMA RESPOSTA