Conheça Cassandro, um dos poucos da luta livre mexicana assumidamente gay

Cassandro é considerado a
Cassandro é considerado a "drag queen dos ringues" na luta livre mexicana (Foto: Divulgação/Revista New Yourk)

Saúl Armendáriz, mais conhecido como Cassandro, é uma das maiores estrelas da luta livre mexicana atualmente. O esporte, extremamente tradicional e popular, envolve a criação de personagens para interpretação durante a luta, e o estilo de Cassandro é o mais próximo de uma “drag queen dos ringues”.

O lutador nasceu em El Paso, no Texas, mas passou grande parte da vida visitando a cidade vizinha Juárez, no México, onde descobriu, e logo se apaixonou pelo esporte, que se tornaria sua válvula de escape para tudo que ele enfrentava na infância e na adolescência. Período em que teve que enfrentar um pai machista e violento, perseguições entre meninos de sua idade e uma série de abusos sexuais conforme crescia, situações causadas principalmente por ele ser gay.

Leia Mais:


O céu é o limite! Anitta vai lançar parceria com DJ Alesso

Kylie Minogue pode apostar no country para próximo álbum

Então, por conta própria ele buscou um treinador para aprender a lutar e criar seu alter-ego. Mas foi só depois de encontrar Baby Sharon que encontrou seu estilo: exótico, nome dado para os luchadores que lutam vestidos de mulher. A modalidade já existia desde os anos 1940, mas Baby Sharon foi um dos primeiros a admitir que era gay, e não projetava o personagem apenas para o ringue.

Cassandro nasceu, e seu sucesso entre os pesos-leves cresceu cada vez mais. Saúl está agora com 47 anos e agradece à lucha libre por tê-lo ajudado a vencer seus demônios, passados e atuais. Ele também não pensa em se aposentar tão cedo; em entrevista para a BBC, já afirmou: “O que sei é que nunca vou abandonar a luta livre. Vou estar sempre ligado a ela de alguma forma. Eu já dou aulas e penso em montar uma escola de luta”.


DEIXE UMA RESPOSTA