China proíbe conteúdo LGBT na internet

China proíbe conteúdo LGBT na internet
China proíbe conteúdo LGBT na internet (Foto: KitschMix)

A China anunciou uma nova regulamentação nesta semana banindo qualquer conteúdo que possa ser considerado “sexualmente anormal” na internet. E pelas novas regras, a homossexualidade está incluída neste conteúdo considerado inadequado. As informações são do site Gay Star News. A regulamentação que foi publicada pela China Netcasting Services Association visa controlar o conteúdo de filmes, documentários, desenhos animados e vídeos educacionais produzidos e exibidos no país.

Conteúdos que promovam um estilo de vida luxuoso, que exibam violência e detalhes de processos criminais ou que demonstrem obscenidades como a masturbação, também serão conteúdos banidos pela nova regulamentação.

O homossexual Geng Le, o criador do Blued, um dos aplicativos de paquera mais populares da China, afirma que não concorda com as novas regras. Em entrevista a Reuters, o empresário afirmou que desde 2001 a China não considera mais homossexualidade como doença mental.


Gay Voice, uma revista chinesa LGBT sem fins lucrativos, afirmou nas redes sociais que a homossexualidade é um comportamento normal e não deve ser tratado diferentemente:  “Informações falsas promovidas por regras assim já prejudicaram a comunidade chinesa LGBT, que já é sujeita ao preconceito e a discriminação”.


DEIXE UMA RESPOSTA