Charlie Sheen responde processo por contaminar outro homem com vírus HIV
Charlie Sheen responde processo por contaminar outro homem com vírus HIV (Foto: Chris Pizzello/Invision/AP, file)

O ator Charlie Sheen, famoso pela série Two and a Half Men (Dois Homens e Meio, no Brasil), está sendo acusado de ter transmitido o vírus do HIV para um parceiro do sexo masculino, durante sexo desprotegido – e com o conhecimento da transmissão da doença. As informações são do jornal Radar Online.

De acordo com a publicação, um homem, na Califórnia, que não teve a identidade revelada, está processando o ator pela transmissão consciente do vírus. No estado, é ilegal que soropositivos façam sexo consensual sem camisinha com a intenção de propagar o HIV. A pena pode ser de até oito anos na cadeia, além de multas.

Leia Mais:


Victor Vieira, do Mastechef, se pronuncia após nude vazado: “rindo para não chorar”

Programa de humor francês é multado por homofobia

Charlie Sheen já havia admitido publicamente ser soropositivo em 2015. Na ocasião, ele revelou ter sido extorquido em até milhões de dólares por pessoas que o chantageavam com ameaças de revelar sua condição. Na mesma época, ele também foi acusado por um homem de ter transmitido herpes durante um encontro.

Segundo o advogado Peter Gleason, “Sheen pode estar próximo de perder milhões. Você está falando de dor e sofrimento, agonia mental e custos médicos futuros”. É devido a todos esses danos morais, físicos e financeiros que a transmissão proposital do HIV é criminosa. Até o momento, o ator ainda não se pronunciou sobre o caso.

DEIXE UMA RESPOSTA