Atriz Carol Marra fala sobre cirurgia de redesignação sexual: “Ser mulher é algo maior”

Carol Marra passou por cirurgia de redesignação há um mês
Carol Marra passou por cirurgia de redesignação há um mês (Foto: Divulgação)

A atriz e modelo trans Carol Marra realizou sua cirurgia de redesignação sexual há pouco mais de um mês. Para isso, precisou passar pelo processo do qual todas as pessoas trans necessitam para ter direito à cirurgia: dois anos de acompanhamento psicológico, psiquiátrico e endocrinológico. Em entrevista para a revista Época, ela contou detalhes do processo.

“É uma cirurgia muito delicada, sei de muitos casos que deram errado. Mas estou ótima, ficou perfeito, como eu queria, sem nenhuma cicatriz. Estou apenas com um pequeno inchaço”, contou Carol, que revelou que a recuperação está sendo mais tranquila do que imaginava.

Leia Mais:


Pessoas trans podem incluir nome social no CPF gratuitamente

Modelo Paloma Salumé é a primeira mulher trans a participar do concurso Musa Brasil

Ainda assim, mesmo com a cirurgia, Carol reforçou que não é isso que garante sua identidade de gênero. “Não é a genitália que reafirma o gênero de ninguém, ser mulher é algo muito maior e eu sempre me senti assim”, afirmou.

Em breve a atriz estará na série Brasil a Bordo, de Miguel Falabella. Dois dias antes da cirurgia, ela chegou a ser chamada para participar de uma próxima novela da Globo, que teve que recusar. “Foi tentador, mas não tinha como adiar mais uma vez o meu grande sonho”, disse ela. Ela não se sente uma nova mulher, mas sim “uma mulher plena”.


DEIXE UMA RESPOSTA