Após pisar em bandeira LGBT, Pastor é vetado de evento evangélico

Pastor pisou em bandeira LGBT em programa de TV no Chile (Foto: Reprodução/El Interruptor)

O pastor chileno Javier Soto causou polêmica ao redor do mundo depois de pisar em uma bandeira LGBT, durante entrevista a um programa de TV local. Agora, ele foi vetado do maior evento evangélico do país.

A Catedral Evangélica do Chile divulgou uma nota na qual informa que a presença de Soto no Tedeum Evangélico, que acontece em setembro, não será bem vinda.  O porta-voz da Catedral, Eduardo Duran, explicou que as atitudes do pastor não representam o evangelho.

“O senhor Soto não representa os evangélicos, nem a seus líderes, nem as organizações cristãs. Os evangélicos creem na convivência respeitosa entre as pessoas e a visão do senhor Soto se coloca na margem desta condição”, afirmou. “Na minha opinião, o pastor Soto é uma preocupante expressão de intolerância, que busca amparar na Bíblia a agressão e discriminação”, afirmou.


Leia Mais:

Filho trans de Angelina Jolie e Brad Pitt inicia processo de transição de gênero, diz tablóide

Netflix anuncia que Sense8 vai ganhar episódio final

A nota ainda dizia que não há nenhuma prova de que Javier Soto seja, de fato, pastor, já que não foi encontrada nenhuma formação teológica em seu nome, nem qualquer ordenação pastoral.

Na ocasião em que ele pisou na bandeira LGBT, Soto justificou o ato como parte de sua campanha contra políticos que defendiam direitos da comunidade, e foi convidado a se retirar do estúdio pela diretora de conteúdo do canal.


DEIXE UMA RESPOSTA