Vladimir Putin defende proibição de casamento gay na Rússia
Vladimir Putin defende proibição de casamento gay na Rússia (Foto: Reprodução / AWD News)

O atual presidente da Rússia, Vladimir Puttin, deu novas declarações a respeito de sua posição em relação a pessoa LGBT no país. Ele segue terminantemente contra o casamento gay e adoção de crianças por casais do mesmo sexo.

Segundo ele, é seu dever defender os valores tradicionais da família, como chefe de Estado. “O casamento entre pessoas do mesmo sexo não produz nenhuma criança. Deus decidiu, e nós temos que nos preocupar com as taxas de natalidade em nosso país”, afirmou.

Leia Mais:


Rússia prende ativistas que pediam investigação sobre perseguição a gays na Chechênia

Serginho, ex-BBB, retruca comentários homofóbicos: “sou muito bem resolvido”

Sobre a adoção de crianças por casais do mesmo sexo, Putin também se mostrou contrário. “Não posso dizer que seja bem-vindo. Eu digo isso com franqueza. Na minha opinião, as crianças terão uma escolha mais livre quando se tornarem adultos se crescerem em uma família tradicional”, disse ele, acrescentando também que a proibição de “propaganda gay” na Rússia permita às crianças “a oportunidade de crescer sem impactar a consciência”.

Apesar das declarações, Putin ainda negou que exista qualquer tipo de perseguição contra homossexuais. “Não temos restrições ou assédio com base no gênero. Além disso, muitas pessoas explicitamente falam sobre sua orientação sexual não-tradicional. Mantivemos relações com eles e muitos deles conseguem resultados notáveis em sua atividade”, enfatizou