Vítimas do massacre na boate Pulse recebem homenagens no aniversário do atentado

Familiares e amigos das vítimas na boate Pulse prestam homenagens. (Foto
Familiares e amigos das vítimas na boate Pulse prestam homenagens. (Foto:Joe Raedle/Getty Images/AFP)

O memorial fundado no mesmo local onde aconteceu o massacre na boate Pulse, em Orlando, na Flórida, recebeu diversas homenagens durante toda está segunda-feira (12), exatamente no dia em que se completa um ano do atentado terrorista que matou 49 pessoas e outras 53 ficaram feridas, em sua maioria LGBT’s.

Centenas de pessoas, dentre elas parentes das vítimas do ataque, estiveram presente para prestar suas condolências. O movimento teve início ainda de madrugada, com uma cerimônia1 privada apenas para os parentes das vítimas, às 2h20 – mesmo horário do ocorrido -, 1e se estendeu durante todo o dia. Um dos momentos mais emocionantes, foi quando os 49 nomes dos mortos na tragédia foram lidos, junto com a canção “Over the Rainbow”, um dos símbolos da comunidade LGBT.

Leia Mais:


Scissor Sisters divulga música em tributo às vítimas da boate Pulse; Confira

Marcha pelos direitos LGBT reúne milhares nos EUA

Dentre as homenagens, amigos e familiares dos envolvidos deixaram velas e flores na parte externa da boate, e muitos presentes não conseguiram se conter ao se depararem com um mural próximo ao local do massacre, com mensagens escritas diretamente aos 49 mortos.

Relembre o caso

No dia 12 de junho de 2016, o atirador, identificado como Omar Matten, abriu fogo contra os frequentadores da boate Pulse, Orlando, na Flórida, Estados Unidos. De acordo com dados levantados pela polícia local 50 pessoas morreram e outras 53 ficaram feridas. A Associated Press classifica o ocorrido como o pior tiroteio da história dos EUA. O autor do crime, morto também durante confronto com a polícia local, disse agir em nome do grupo terrorista Estado Islâmico.


DEIXE UMA RESPOSTA