Paris “empresta” título de cidade do amor para Madrid durante semana do Orgulho LGBT

Durante a World Pride, Madri se torna a cidade do amor
Durante a World Pride, Madri se torna a cidade do amor (Foto: Sergio Perez / REUTERS)

Paris é considerada a cidade do amor. Já Madri é famosa por ser a capital da diversidade, por ser palco da World Pride, uma das maiores festas de celebração do orgulho LGBT do mundo. A festa, que este ano, acontece entre 23 de junho até o dia 3 de julho, contará, desta vez, com um presente extra: o título de cidade do amor.

Quem teve a ideia de pedir o título “emprestado” à Paris foi a Câmara Municipal de Madri, liderada pela prefeita Manuela Carmena. Foi publicado uma carta, vídeo e petição para que Paris cedesse seu título por uma semana, em razão das celebrações da World Pride.

Leia Mais:


Parada LGBT de Brasília celebra lei antihomofobia e reúne 12 mil pessoas

Câmara de Madrid vai instalar semáforos com símbolo de casais homoafetivos

A carta espanhola explicou: “Desde sempre você foi o lugar dos apaixonados, dos suspiros, dos ‘sim, eu aceito’. E por isso, você se transformou na cidade do amor. E isso, minha querida Paris, é o que eu quero te pedir. Eu gostaria que voe me cedesse seu título. Ou seja, ‘Madri, a cidade do amor’”, pode se ler na carta divulgada à população, cujo final afirma: “ame quem quiser, Madri te ama”.

Em pouco tempo, a prefeita de Paris, Anne Hidalgo, respondeu ao pedido com aprovação: “Paris ama e divide seu título de cidade do amor no dia do World Pride”. Ela ainda gravou um vídeo (em espanhol) reafirmando a parceria inovadora. Além de outras comemorações de Madri para a semana da diversidade, a Parada do Orgulho LGBT em si acontecerá no dia 1º de julho, e deve atrair cerca de 2 milhões de visitantes.


DEIXE UMA RESPOSTA