Mulheres trans e lésbicas se casam oficialmente na Argentina

Shirley e Luciana se casaram na Argentina, no último dia 16
Shirley e Luciana se casaram na Argentina, no último dia 16 (Foto: Divulgação / NLucon)

As noivas Shirley Adriana Torrey Carpio, de 60 anos, e Luciana López, de 40 anos, ambas muheres trans, oficializaram a relação em casamento no cartório civil na cidade de La Plata, na Argentina. A cerimônia aconteceu no último dia 16 de junho.

As duas se conheceram há sete anos, na sala de espera de um hospital. Enquanto Luciana havia acabado de chegar do Peru, e morava em uma região conhecida por ser de profissionais do sexo, Shirley estava em busca de um local para ficar. Com isso, elas decidiram morar juntas, e o que era uma amizade logo se tornou romance.

Leia Mais:


Mulher trans cria centro para idosos LGBT na Cidade do México

Matt Bomer gera polêmica ao interpretar mulher trans em filme

Luciana pediu a mão da amada em casamento depois de seis anos de namoro e morando juntas, e Shirley aceitou. Como a Argentina permite que duas pessoas do mesmo gênero possam se casar já há sete anos, elas não tiveram problema em legalizar a união civil – apesar de não terem mudado seus documentos, que seguem seus nomes e sexo de batismo.

Durante o casamento, porém, é claro que elas foram respeitadas em suas identidades de gênero pela cerimonialista Maria Paz Becerra. De acordo com as duas, elas foram muito bem tratadas e se emocionaram durante o processo. Também afirmaram ficar felizes com a situação histórica que criaram – duas mulheres trans lésbicas se casando -, ainda que não tenha sido a intenção.


DEIXE UMA RESPOSTA