Prefeitura do Rio lança programa de educação e emprego para transexuais

Evento aconteceu no Museu do Amanhã, que apoia o projeto e, recentemente, incorporou pessoas transexuais em sua equipe de recepcionistas
Evento aconteceu no Museu do Amanhã, que apoia o projeto e, recentemente, incorporou pessoas transexuais em sua equipe de recepcionistas

A Prefeitura do Rio de Janeiro lançou nesta terça (30), o projeto social “Trans+Respeito” em parceria com a Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual (CEDS Rio).

O evento aconteceu no Museu do Amanhã, que apoia o projeto e, recentemente, incorporou pessoas transexuais em sua equipe de recepcionistas.  O “Trans+Respeito” é um projeto desenvolvido pela CEDS-Rio em parceria com a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos (SMASDH).

O programa tem como mote um plano de educação e formação profissional para homens e mulheres trans. O Brasil é o país no mundo que mais registra assassinatos de transexuais e, 79% evadem da escola, antes mesmo da formação básica, é um grupo social dos mais vulneráveis já que a expectativa de vida não passa dos 30 anos.


A Secretária Teresa Bergher fala da importância de contemplar todas as minorias.

“Precisamos apoiar as políticas públicas voltadas para a população LGBTT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transgêneros). Através da SMASDH  liberamos a verba para oferecer o período de formação e estágio, que inclui uma bolsa auxílio de um salário-mínimo, passagem e alimentação para os alunos e alunas trans” concluiu.


DEIXE UMA RESPOSTA